Cruzeiro

ENTREVISTA EXCLUSIVA

Novo reforço celeste, meia Marlone avisa: "Serei mais um cruzeirense louco"

Jogador, que defendia o Vasco, assinará contrato por cinco anos com o Cruzeiro

postado em 17/12/2013 18:51 / atualizado em 17/12/2013 21:19

Gilmar Laignier /Superesportes , Gustavo Andrade /Superesportes

Vasco/Divulgação

Segundo reforço do Cruzeiro para a temporada 2014, Marlone demonstrou entusiasmo com a oportunidade de se juntar ao elenco do campeão brasileiro. Contratado com o auxílio de investidores, o meia assinará contrato por cinco anos. Na Toca da Raposa, ele pretende fazer jus aos cantos da torcida que embalaram o tricampeonato nacional: “Cheguei para ser mais um cruzeirense louco”.

Confira entrevista exclusiva ao Superesportes:

Qual sua expectativa para defender o Cruzeiro?

Estou muito feliz, ansioso também. É uma nova fase na minha vida, com novos objetivos. Espero dar muitas alegrias à torcida do Cruzeiro.

No Cruzeiro, você terá a concorrência de jogadores que se destacaram, como Everton Ribeiro e Ricardo Goulart, além de atletas experientes, caso do Júlio Baptista. Como você pretende conquistar espaço na equipe?

Estou pronto para a concorrência. Vou mostrar meu trabalho nos treinamentos, estou à disposição do Marcelo Oliveira. Não vou derrubar ninguém, vou simplesmente mostrar meu trabalho. Pretendo estar sempre pronto para ajudar, independentemente se for como titular ou no banco de reservas, isso não importa para mim. Quero ajudar. Estou pronto para participar do grupo e buscar os títulos. Quem vai resolver a questão de titularidade vai ser o professor Marcelo.

O que você espera do reencontro com o técnico Marcelo Oliveira?

Já tenho um grande contato com o professor Marcelo. Foi ele que me viu na base e me subiu para o profissional e me apresentou, no ano passado, para o futebol brasileiro. Ele confiou em mim e eu sou grato a ele. O Marcelo foi um dos motivos para eu ir para o Cruzeiro. Ele e a comissão técnica, o preparador, o auxiliar, todos eles me ajudaram bastante. Foi um degrau importante na minha profissão, eu queria retribuir, não sei, dar um abraço em cada um. Agora que estaremos próximos, poderei contribuir a confiança com meu trabalho.

No Cruzeiro, você também reencontrará o zagueiro Dedé e o volante Nilton. Eles tiveram influência em sua transferência para a Toca da Raposa?

O Dedé e o Nilton também foram motivos para eu escolher o Cruzeiro. Não só eles e o treinador, mas também a estrutura do clube, o espírito vencedor que eles adquiriram no Brasileiro. Escolhi o Cruzeiro pelas pessoas que estão trabalhando lá, pelos profissionais, é um conjunto de fatores que gerou a minha escolha.

Qual sua expectativa para a disputa da Copa Libertadores?

É a minha primeira Libertadores. Estou ansioso e feliz ao mesmo tempo. Não tem nem como explicar a felicidade que estou sentindo de jogar pelo Cruzeiro, não tenho palavras para me expressar. Estou realmente muito contente e empolgado. É uma nova fase na minha carreira.

O que espera de sua relação com a torcida?

Gostaria de dizer para a torcida do Cruzeiro que não vai faltar dedicação e empenho. Essa música deles que rodou o Brasil e ficou famosa no Brasileirão, somos loucos, somos Cruzeiro. Eu cheguei para ser mais um cruzeirense louco e jogar para ganhar todos os títulos. Já soube, não só pelo Nilton e pelo Dedé, que a torcida do Cruzeiro é bastante receptiva. Sei porque estou acompanhando o clube, vi toda a festa do título brasileiro e a presença dos torcedores a cada partida. Estou muito feliz por tudo isso que está acontecendo na minha vida.

Tags: vascorj reforço entrevista vasco cruzeiro marlone