Cruzeiro

CRUZEIRO

Com dois gols de Ábila, Cruzeiro vence Chapecoense e se classifica na Primeira Liga

Time reserva da Raposa bateu 'garotada' da Chape nesta quinta, no Mineirão

postado em 09/02/2017 23:40 / atualizado em 10/02/2017 00:37

Alexandre Guzanshe/EM/D.A. press
O time reserva do Cruzeiro não teve dificuldades para vencer os garotos da Chapecoense, nesta quinta-feira, no Mineirão, pela segunda rodada do Grupo C da Primeira Liga. Graças ao atacante Ramón Ábila – autor dos dois gols –, a Raposa fez 2 a 0, chegou a seis pontos na chave e garantiu a classificação antecipada às quartas de final da competição.

O jogo contra a Chapecoense marcou a reestreia de Lucas Silva pelo clube celeste. Emprestado pelo Real Madrid até junho de 2018, o volante entrou no lugar de Hudson aos 21min do segundo tempo e participou de muitas trocas de passes no meio-campo, além de quase ter marcado num chute de fora da área.

Garantido nas quartas de final, o Cruzeiro volta a campo pela Primeira Liga no dia 22 (quarta-feira), às 19h30, contra o Joinville, em Santa Catarina. Já a Chape receberá o Atlético no dia 1º de março (quarta-feira), às 19h30, na Arena Condá, e precisará da vitória para sonhar com a classificação.

No sábado, a Raposa fará seu primeiro jogo fora de Belo Horizonte em 2017 – contra o Tupi, às 16h30, no Estádio Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora. O duelo valerá pela terceira rodada do Campeonato Mineiro.

O jogo

Antes de a bola rolar no Mineirão, a Chapecoense recebeu homenagens do Cruzeiro. Uma grande faixa com a frase “equipe imortal. Campeões para sempre. #TodosSomosChape” foi estendida no gramado. Os torcedores celestes cantaram “vamos, vamos Chape”. E o telão do estádio exibiu imagens do time catarinense, que segue sua caminhada de reconstrução dois meses e meio depois do trágico acidente na Colômbia.

Dentro de campo, o Cruzeiro – formado quase inteiramente por reservas – recebeu os garotos sub-23 da Chapecoense. Isso porque o time titular da equipe de Santa Catarina entrou em campo nessa quarta-feira, pelo Estadual, e perdeu por 3 a 0 para o Avaí, na Ressacada, em Florianópolis. Como a prioridade é o Campeonato Catarinense, nem o técnico Vagner Mancini esteve em Belo Horizonte. No duelo da Primeira Liga, a Chape foi orientada por Emerson Cris.

Depois de um início bastante sonolento, o Cruzeiro criou sua primeira chance aos 19min, quando Ábila recebeu passe rasteiro de Bryan e desviou para fora. Aos 22min, Rafinha carregou a bola em direção à meia-lua e chutou no canto direito. Tiepo defendeu bem. Aos 37min, Rafinha voltou a aparecer ao sofrer pênalti de Wesley Natã. Na cobrança, Ábila soltou a bomba e abriu o placar para a Raposa: 1 a 0.

No segundo tempo, o Cruzeiro continuou dominando a partida. Aos 3min, Elber – que completou 100 partidas pelo clube – tocou na saída de Tiepo, mas viu Hiago correr rumo à linha do gol e tirar a bola de carrinho. Dois minutos depois, Mayke invadiu a grande área, bateu cruzado e exigiu boa defesa do goleiro da Chapecoense. Aos 7min não teve perdão: ao receber assistência de Elber, Ramón Ábila tocou por cobertura de fora da área e assinou uma pintura no Gigante da Pampulha. Golaço: 2 a 0.

Com o jogo sob total controle, o Cruzeiro aproveitou para promover reestreias. O interino Sidnei Lobo substituiu Bryan e Hudson por Fabrício e Lucas Silva. Este último, recém-contratado por empréstimo ao Real Madrid, foi bastante ovacionado pela torcida, que o aplaudiu e cantou seu nome: “É, Lucas Silva! É, Lucas Silva!”. O reforço quase retribuiu o apoio com um belo gol de fora da área, aos 39min – Tiepo se esticou para espalmar à linha de fundo. Nos acréscimos, Rafinha buscou o ângulo em chute colocado, mas a redonda não entrou.

CRUZEIRO 2X0 CHAPECOENSE

CRUZEIRO
Rafael; Rafael; Mayke, Manoel, Caicedo e Bryan (Fabrício, aos 18min do 2ºT); Hudson (Lucas Silva, aos 21min do 2ºT) e Lucas Romero; Elber, Alex (Arrascaeta, aos 31min do 2º) e Rafinha; Ramón Ábila. Técnico: Sidnei Lobo (Mano Menezes suspenso)

CHAPECOENSE
Tiepo; Lucas Marques, Hiago, Vinícius Guarapuava e Buzanelo; Scalon (Ronei, no intervalo) Lourency, Bryan (Lima, aos 44min do 2ºT) e Perotti; Wesley Natã (Japa, no intervalo) e Lucas Mineiro. Técnico: Emerson Cris

Gols: Ramón Ábila, aos 37min do 1ºT e aos 7min do 2ºT (CRU)
Cartões amarelos: Lucas Romero, aos 46min do 2ºT (CRU); Scalon, aos 28min, Wesley Natã, aos 36min do 1ºT (CHA)

Motivo: segunda rodada do Grupo C da Primeira Liga
Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: quinta-feira, 9 de fevereiro de 2016
Árbitro: Daniel Nobre Bins
Assistentes: Lúcio Beiersdorf Flor e Júlio Cesar Espinosa de Freitas

Pagantes: 4.834
Presentes: 7.057
Renda: R$ 98.177,00

Tags: interiormg primeiraliga chapeco chapecoense cruzeiro