Cruzeiro

CRUZEIRO

Mano minimiza rusga com Fred no passado e diz até que mudará esquema do Cruzeiro para encaixá-lo: 'Time é propício para ele'

Técnico lembrou que Cruzeiro criou muito em 2017 e se ressentiu de um jogador com a característica de Fred para fazer ainda mais gols

postado em 03/01/2018 17:50 / atualizado em 03/01/2018 22:20

Ramon Lisboa/EM/D.A Press
A chegada de Fred ao Cruzeiro gerou grande repercussão não só por sua saída do rival Atlético, mas também por uma rusga em 2012 com o então técnico da Seleção Brasileira, Mano Menezes, que agora voltará a comandá-lo na Toca da Raposa II. À época, o atacante declarou publicamente que não vislumbrava um retorno ao elenco canarinho enquanto o gaúcho fosse o treinador. Tudo pelas poucas oportunidades nas vezes em que foi chamado e também por entender que Mano não gostava de suas características de homem de área.


Nesta quarta-feira, dia de apresentação do elenco cruzeirense para a temporada 2018, Mano Menezes foi obviamente indagado sobre o tema e logo minimizou a polêmica. Com uma dose de bom humor, ele disse que Fred “estava enganado”. Mais à frente, elogiou o fato de o centroavante ter opiniões firmes, algo que será útil ao Cruzeiro na temporada. 

”Não, acho que ele estava enganado, eu gosto de jogadores da característica dele. Acho fundamental, por exemplo, para um tipo de disputa de torneio, como vamos jogar a Libertadores, você ter um centroavante de área, um centroavante que defina as jogadas. O Cruzeiro tem um time propício para o Fred, nós criamos muito durante a temporada passada e em determinado momento faltou esse jogador para definir bem essa jogada”, iniciou Mano.

Em seguida, o técnico chegou a atribuir a polêmica de 2012 à imprensa. De qualquer forma, as posições firmes de Fred foram apontadas como uma outra característica necessária no elenco do Cruzeiro. “Vocês sabem que vocês (imprensa) fazem algumas brigas que não existem, e essa é mais uma do futebol que não existe. O Fred é um jogador de opinião. E o que fez certamente dele um grande jogador brasileiro na função, na posição. Às vezes a opinião não agrada todo mundo, a minha também não agrada todo mundo quando a gente expõe externamente. Mas eu prefiro jogador de opinião, eu prefiro o Fred do jeito que ele é, e ele vai ser importante exatamente porque ele é esse cara”.

Esquema diferente

Em alguns pontos de sua primeira entrevista de 2018, Mano Menezes disse que o Cruzeiro terá um esquema tático diferente nesta temporada. Se em 2015, 2016 e 2017 sua preferência era por um homem de maior mobilidade no comando do ataque, agora o tradicional camisa 9 será peça-chave.

Como ele mesmo disse, a principal competição do ano para o Cruzeiro exige um time com outra cara. “Quero um time um pouquinho mais forte na disputa. A Libertadores pede isso”. 

”Ainda são intenções, vocês sabem que os técnicos vivem de teoria, e que só pode se tornar prática depois. Agora, nós temos algumas ideias e os jogadores foram pensados para essa ideia. Tem a ver com um centroavante de área, que muda a necessidade da construção da jogada. Muitas vezes, no ano passado, vocês viram eu justificar um jogador mais de movimentação porque o time precisava construir a jogada. Então, se nós contratamos um jogador que é um nove, nove, nós vamos ter que construir a jogada de forma diferente para esse jogador, então a formação da equipe vai alternar, e nós temos que trabalhar para isso, pensar os jogadores para isso”, agregou o treinador.

Com Fred em ação, Mano vê o Cruzeiro mais perto de atingir uma meta de fazer entre 80 e 100 gols na temporada. Só com esse desempenho ofensivo será possível atender a expectativa da torcida por títulos de expressão. Em 2017, o time fez 104 gols em jogos oficiais.

”O Fred tem característica muito marcante de um atacante de área e é um dos maiores definidores do futebol brasileiro. Um jogador que nas últimas temporadas todas fez em média 30 gols. E a equação do futebol é simples: nós, para nos tornamos uma equipe de ponta na temporada, temos que marcar de 80 a 100 gols. Alguém vai ter que fazer esses 80 a 100 gols. Você começa a pegar a escala e começa a separar: 30 para esse, 5 para esse, e às vezes não chega nos 80. Nós temos que encontrar jogadores que façam esses gols, e o Fred é um dos que faz isso”, justificou o treinador.

Rivalidade

Mano Menezes ainda comentou a rápida negociação do Cruzeiro para contar com Fred, que estava no rival Atlético. Inicialmente, o foco do clube era o argentino Lucas Pratto, do São Paulo, como confirmou o vice-presidente de futebol Itair Machado. 

”Entendo a repercussão maior pela rivalidade nossa, o que é normal. Se tivesse acontecido o contrário, teria também repercussão. Mas fico feliz de ele estar com a gente. É uma boa pensar nele do lado de cá, sem dúvida nenhuma”, concluiu.


Tags: mano menezes interiormg seriea libertadores2018 esquema atacante mercadobola fred