Cruzeiro

CRUZEIRO

Mano descarta 'abrir mão' de competição, mas indica que poupará jogadores do Cruzeiro no clássico

Raposa enfrenta o Atlético neste sábado, às 16h, no Independência

postado em 17/05/2018 06:00 / atualizado em 17/05/2018 03:12

Alexandre Guzanshe/EM/D.A. Press
Mano Menezes ressaltou nessa quarta-feira que o Cruzeiro não abrirá mão de nenhum campeonato, mesmo com a sequência dura de compromissos que o time tem pela frente. Depois de vencer o Atlético-PR por 2 a 1 nas oitavas de final da Copa do Brasil, a Raposa tem pela frente o clássico contra o Atlético no sábado, pelo Brasileirão, e o último jogo da fase de grupos da Copa Libertadores, contra o Racing, na próxima terça-feira, no Mineirão. O treinador, contudo, indicou que preservará alguns jogadores na partida contra o arquirrival de Minas Gerais. 

“Não vamos abrir mão de nada. Não faz sentido com o elenco que temos falar em abrir mão de alguma coisa. As opções (contra o Atlético) serão as mais fortes fisicamente, jogadores mais inteiros porque todo mundo viu como corremos aqui (contra o Atlético-PR) e daqui a pouco vamos jogar um clássico. Clássico é num sábado e nosso jogo depois (contra o Racing, pela Libertadores) é na terça-feira”, admitiu o treinador. Ele destacou que as decisões só serão tomadas depois de reavaliações físicas dos atletas. 

“Vamos respeitar, ver o que vai acontecer com os jogadores que vão se reapresentar. Vamos avaliar até sábado pela manhã, quando vou tomar as decisões. Sei que os jogadores querem jogar, é jogo grande, mas não adianta querer e não fazer um jogo forte. O clássico tem isso por característica, de ser um jogo disputado. Temos que ter uma equipe capaz de disputar aquilo que nós achamos que vai ser a característica do jogo”, complementou.

O meia Thiago Neves já desfalcou o time nas duas últimas partidas em função de dores na panturrilha direita. Ele também será reavaliado antes do duelo contra o Atlético. Outro que não viajou para Curitiba é Edilson. O lateral-direito se recupera de uma lesão no tornozelo com os preparadores físicos do clube.

Até o fim do mês, o Cruzeiro terá uma partida a cada três dias. E não serão jogos fáceis em teoria. Além dos confrontos contra Atlético e Racing, o time de Mano Menezes enfrentará Santos (casa) e Palmeiras (fora) até o fim de maio. Na 8ª colocação do Campeonato Brasileiro, o time tenta se aproximar do pelotão dos líderes depois de iniciar a competição com duas derrotas. A equipe já venceu seus dois últimos compromissos, contra Botafogo e Sport.

Pela Libertadores, a situação do Cruzeiro é cômoda. Virtualmente classificado para as oitavas de final, o time precisa de uma vitória simples sobre o Racing, no Mineirão, para garantir a liderança do Grupo 5. A Raposa tem 8 pontos e ocupa a 2ª colocação da chave. Na terceira posição com 5 pontos, a Universidad de Chile pode alcançar a pontuação do clube mineiro, mas precisa tirar uma diferença de 16 gols de saldo. 

Na Copa do Brasil, o time de Mano Menezes volta a atuar apenas depois da Copa do Mundo.  O Cruzeiro recebe o Atlético-PR em 16 de julho (segunda-feira), às 20h. Como venceu por 2 a 1 na Arena da Baixada, a equipe pode até empatar no Mineirão que estará garantida nas quartas de final. Em caso de derrota por um gol de diferença, a vaga será decidida nos pênaltis. 

Tags: Mano Menezes cruzeiro interiormg copadobrasil libertadores2018