Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro tentará mudar local de segundo jogo contra o Lara se crise persistir na Venezuela

Partida pela 5ª rodada do Grupo B da Libertadores será em 23 de abril

postado em 13/03/2019 21:03

<i>(Foto: Rodrigo Clemente/EM/D.A Press
)</i>
Supervisor administrativo do Cruzeiro, Benecy Queiroz afirmou que o clube tomará medidas para tentar mudar o local do segundo jogo contra o Deportivo Lara caso a crise política persista na Venezuela. O dirigente revelou que já enviou carta à Conmebol, há cerca de 30 dias, solicitando garantias para a realização da partida, válida pela Copa Libertadores e inicialmente marcada para 23 de abril, às 21h30, no Metropolitano de Lara. 

“A gente vai esperar a situação se definir na Venezuela. Se prevalecer toda essa crise, vamos agir. Já tínhamos enviado um comunicado para a Conmebol, preocupados com a situação da Venezuela e pedimos garantia de que o jogo poderia ser realizado lá. Se continuar essa situação, acredito que a gente não teria condição. Precisamos aguardar”, disse o dirigente ao Superesportes depois de revelar o objetivo à Rádio 98FM

Benecy explicou que o Cruzeiro já enviou um expediente à Conmebol em busca de garantias para a realização do jogo. Nova carta à entidade máxima do futebol sul-americano será enviada faltando 20 dias para a realização do duelo. “Já fizemos um primeiro expediente há 30 dias. Acredito que faltando 10, 20 dias para o jogo, vamos fazer uma nova solicitação. Mas tudo isso, claro, desde que a situação permaneça como está lá”, ressaltou. 

O supervisor administrativo também foi questionado sobre o melhor local para a disputa da partida, válida pela 5ª rodada do Grupo B da Libertadores. “Se não puder ser na Venezuela, teria que buscar um país vizinho. Eu acho que tanto Colômbia e Chile têm condições de receber um jogo desse porte. Mas volto a ressaltar que isso é de competência da Conmebol. Eles que precisam estudar a situação da Venezuela”, explicou Benecy.

O primeiro jogo entre Cruzeiro e Deportivo Lara estava marcado para esta quarta-feira, dia 13. O clube venezuelano, no entanto, não conseguiu embarcar rumo ao Brasil. A empresa contratada para realizar o voo não tinha autorização para entrar no espaço aéreo do país. A Conmebol remarcou a partida para o dia 27 de março, quarta-feira, às 21h30, no Mineirão.

Tags: libertadores2019 interiormg cruzeiro