Cruzeiro

COPA LIBERTADORES

Cruzeiro diz que Conmebol 'resolverá tudo' em logística de viagem para a Venezuela

Clube celeste enfrentará o Deportivo Lara fora de casa no dia 23 de abril

postado em 27/03/2019 21:50 / atualizado em 28/03/2019 15:44

<i>(Foto: AFP / Ronaldo SCHEMIDT )</i>
O Cruzeiro afirmou que a Conmebol se prontificou a “resolver tudo” na logística da viagem à Venezuela, onde o time enfrentará o Deportivo Lara no dia 23 de abril (terça-feira), às 21h30, no Estádio Metropolitano, em Cabudare. O presidente Wagner Pires de Sá está preocupado com as possíveis dificuldades a serem enfrentadas pelo elenco celeste, uma vez que a nação vizinha ao Brasil lida com grave crise econômica e política.


“Até agora a Conmebol manteve seu calendário. Nós aceitamos, inclusive, adiar por duas vezes (o jogo contra o Deportivo Lara), sabendo das dificuldades do time em sair da Venezuela. Agora, quanto à nossa ida lá, naturalmente ainda temos que aguardar. Nós temos um time aqui em Minas Gerais que vai antes da gente para a Venezuela. Vamos ver como ficará essa logística. Já mandamos uma carta para a Conmebol demonstrando nossa preocupação. Eles disseram que vão resolver tudo, então vamos esperar o melhor”, declarou o dirigente.

Em sua resposta, Wagner Pires cometeu um engano em relação ao compromisso do Atlético contra o Zamora, na Venezuela, pela sexta rodada do Grupo E. O jogo acontecerá apenas na terça-feira, 7 de maio, às 19h15 (de Brasília), em Barinas. Na data seguinte, o Cruzeiro receberá o Emelec, também às 19h15, no Mineirão.

O mandatário cruzeirense também lamentou o ambiente de momento em grande parte da Venezuela. “Jantamos com os dirigentes do Lara. Eles estão com uma dificuldade muito grande. Soube que até ontem não havia energia elétrica, e, com isso, não há água e nem refrigeração para armazenar alimentos. Eles estão em uma situação muito difícil. Dentro das quatro linhas lutaremos para ganhar, mas vamos dar um abraço solidário nesse povo, que está sofrendo muito”.

A partida entre Cruzeiro e Deportivo Lara, no Mineirão, só foi realizada nesta quarta-feira (27/3) porque a Conmebol mudou por duas vezes a data. Nos dias 13 e 14, a delegação venezuelana não conseguiu chegar ao Brasil em função da falta de energia elétrica em seu país, que afetou o serviço de transporte aéreo em praticamente todos os aeroportos. No último sábado, o clube enfim encaixou o itinerário com escalas em Caracas, Lima, São Paulo e Belo Horizonte, onde desembarcou na noite de segunda.

Tags: Deportivo Lara libertadores2019 futnacional futinternacional logística viagem apoio cruzeiro venezuela conmebol