Cruzeiro

CRUZEIRO

Organizada protesta em frente à sede do Cruzeiro; Itair Machado e Edilson são alvos

Manifestação acontece após mais uma goleada sofrida pelo time celeste

postado em 09/09/2019 15:42 / atualizado em 09/09/2019 19:06

<i>(Foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A. Press)</i>
Membros da Máfia Azul, principal organizada do Cruzeiro, marcaram presença na porta da Sede Administrativa do clube, na tarde desta segunda-feira, no Barro Preto. Os torcedores afixaram faixas na fachada e no entorno do prédio com ameaças e pedidos para que a diretoria “devolva” o Cruzeiro

Muitos gritos de guerra também foram entoados pela bateria da Máfia Azul. Os principais alvos foram o vice-presidente de futebol, Itair Machado, e o lateral-direito Edilson, chamado de ‘cachaceiro’ pelos manifestantes. Para o dirigente, a torcida cantou: “A que bom seria, se o Itair voltasse para o Ipatinga”.

Em uma das faixas, os torcedores ameaçaram a cúpula celeste: “O Cruzeiro vai sair dessa! Nem que tenha que morrer alguém”, diz uma delas, que acabou retirada pela Polícia Militar um tempo depois. “Cruzeiro não é cassino onde se aposta para ganhar dinheiro”, diz outra. 

A Máfia Azul também reforçou a ideia de “disque-denúncia”, criado na noite desse domingo, depois da goleada sofrida pelo Cruzeiro por 4 a 1 para o Grêmio, no Independência, pelo Campeonato Brasileiro. “A ronda vai passar nos baladeiros e acomodados”, diz uma das faixas.

Em conversa com a reportagem, um dos diretores da organizada, conhecido como Bolão, afirmou que "esse protesto é só o primeiro passo". Segundo ele, a torcida seguirá protestando na Toca da Raposa II, no aeroporto antes das viagens do clube e nos estádios. A principal reinvidicação da Máfia Azul é a mudança da diretoria

O Cruzeiro vive profunda crise administrativa desde o fim do mês de maio, quando o Fantástico, da TV Globo, revelou que membros da diretoria celeste eram investigados pela Polícia Civil por suspeitas de falsidade ideológica, falsificação de documento e lavagem de dinheiro.

Depois de um longo período sem se pronunciar, a Máfia Azul divulgou carta aberta na noite desse domingo aderindo ao movimento “ForaDiretoriaCEC”, criado pela torcida celeste nas redes sociais. No manifesto, a organizada diz que “nomes como Sergio Nonato e Itair Machado jamais deveriam ter sido citados para qualquer cargo no clube”.

Tags: protesto futnacional seriea interiormg cruzeiro