Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro faz acordo com patrocinador e pagará dívida por venda de Mayke em 24 parcelas

Clube celeste desembolsará R$ 1,15 milhão até janeiro de 2022

postado em 13/09/2019 16:03 / atualizado em 13/09/2019 16:03

<i>(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)</i>
Cruzeiro e Supermercados BH entraram em acordo sobre a dívida pela venda de Mayke ao Palmeiras, concretizada no fim de 2018. A rede varejista, que tem como dono Pedro Lourenço, conselheiro do clube celeste, cobrava, na Justiça, 20% dos direitos econômicos do lateral-direito

No acordo, divulgado inicialmente pelo Globoesporte.com, o Cruzeiro reconheceu o débito e aceitou pagar ao parceiro comercial R$ 1 milhão em 24 parcelas de R$ 41.667. O clube celeste iniciará as transferências em fevereiro de 2020

Além disso, as partes acertaram que a Raposa pagará R$ 150 mil de honorários advocatícios aos representantes do Supermercados BH em 15 parcelas iguais de R$ 10 mil. No total, portanto, o clube celeste desembolsará R$ 1,15 milhão até janeiro de 2022.

Mayke chegou ao Palmeiras por empréstimo em maio de 2017. Em troca, o clube paulista enviou à Raposa o atacante Rafael Marques de forma definitiva. Em novembro de 2018, porém, o clube paulista resolveu permanecer com o lateral-direito e adquiriu o percentual de seus direitos econômicos.

Embora tenham chegado a um acordo sobre Mayke, Supermercados BH e Cruzeiro travam outra batalha judicial. A rede cobra 25% da venda do meia-atacante Arrascaeta ao Flamengo, realizada em janeiro deste ano.

A reportagem tentou contato com Pedro Lourenço, mas o empresário não atendeu aos telefonemas

Tags: cruzeiro interiormg seriea futnacional palmeirassp