Cruzeiro

CRUZEIRO

Perrella convocará reunião para tentar afastar Wagner do Cruzeiro; encontro de líderes definirá detalhes do edital

Reunião do Conselho Deliberativo será em 21 de outubro, no Dayrell Hotel

postado em 01/10/2019 18:56 / atualizado em 01/10/2019 19:55

<i>(Foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press)</i>
Presidente do Conselho Deliberativo do Cruzeiro, Zezé Perrella convocará, até sexta-feira, reunião para tentar afastar o presidente do clube, Wagner Pires de Sá. O evento acontecerá em 21 de outubro, possivelmente no Dayrell Hotel, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Um encontro de lideranças da oposição, nesta quarta-feira, definirá detalhes do edital de convocação.

Há duas possibilidades: um edital em que os conselheiros serão convocados para afastar apenas o presidente Wagner Pires de Sá ou um edital em que será proposto o afastamento de toda chapa eleita em 2017 - Hermínio Francisco Lemos é o primeiro vice e Ronaldo Granata o segundo vice-presidente.

É possível que o edital também já tenha os diretores a serem afastados, casos do vice de futebol, Itair Machado, e do diretor-geral, Sérgio Nonato. Existe ainda um debate para inclusão, já nesta convocação, da criação de um conselho gestor no período em que Wagner estiver afastado. Tudo, claro, a depender do resultado da votação. 

Na corrente Pró-Transparência, a principal de oposição no Cruzeiro, existe forte resistência em relação ao nome de Hermínio Lemos, especialmente depois do vídeo em que o vice aparece defendendo Pires de Sá durante feijoada no Barro Preto. Por outro lado, a manutenção do vice-presidente poderia significar alguns votos a mais para a oposição. Zezé Perrella, por exemplo, defende essa tese - ele não quer assumir a presidência do clube em nenhuma hipótese e teria essa incumbência em caso do afastamento em bloco.

Na reunião com cerca de 80 conselheiros que definiu parte da estratégia, nessa segunda-feira, foi realizada uma apresentação dos motivos legais para o afastamento. Conforme apurou a reportagem, nenhum dos convidados pôde fotografar ou realizar gravações durante o encontro. Todo esse cuidado é para evitar que o grupo de Wagner consiga programar algum tipo de defesa

Perrella deverá utilizar como justificativa para o afastamento do atual presidente o Artigo 30, incisos III e IV do Estatuto do Cruzeiro, que trata do afastamento de membros da direção executiva. Como não há qualquer especificação sobre quórum qualificado, os conselheiros entendem que a votação será vencida por quem tiver a metade mais um dos votos, que serão abertos.

Ainda que a oposição vença, vale lembrar, Wagner não deixará de ser presidente do Cruzeiro. Ele será apenas afastado de suas funções por período determinado e decidido antes do início da votação. Destituição ou impedimento do mandatário exigiria dois terços do votos, número avaliado pela oposição como ‘impossível de alcançar’

Outro trecho do Estatuto do Cruzeiro que será utilizado pela oposição para firmar suas posições é o artigo 79. “Os casos omissos neste estatuto serão interpretados pelo Conselho Deliberativo, que é seu intérprete maior”, diz o documento.

Tags: futnacional seriea interiormg cruzeiro