Cruzeiro
1

CRUZEIRO

Abel Braga se derrete por momento de Éderson no Cruzeiro e diz que jogador merece defender Seleção Brasileira Olímpica

Meio-campista teve boa atuação na vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo

postado em 17/10/2019 00:48 / atualizado em 17/10/2019 15:43

<i>(Foto: Gladyston Rodrigues/EM D.A Press)</i>
O técnico Abel Braga não poupou elogios ao futebol de Éderson, que vem se firmando a cada jogo como parceiro de Henrique no meio-campo do Cruzeiro. Nesta quarta-feira, o volante foi um dos destaques na vitória celeste sobre o São Paulo, por 1 a 0, no Mineirão, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o placar, a equipe chegou a 25 pontos e encurtou a distância para o 16º, Ceará (26), que enfrentará o Santos às 19h15 desta quinta-feira, na Vila Belmiro.

Ao enaltecer o desempenho de Éderson, Abel usou as expressões “monstro” e “absurdo”, além de mencionar as constantes subidas do camisa 15 ao ataque para chutar a gol ou dar assistências para os companheiros. Ainda de acordo com o treinador, o jovem de 20 faz por merecer até mesmo uma convocação à Seleção Brasileira Sub-23, que tentará vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio'2020, no Japão.

Parabéns para o Éderson. Vinte anos. Esse cara é um absurdo. É um monstro. Eu ia falar isso, não passaria batido sobre o Éderson. Porque ele é um monstro. É gozado, porque parece que… em Chapecó foi assim: ele entra meio duvidoso, como se tivesse com dúvida de alguma coisa. Eles lá estavam regulando muito com o Roberto e o Bruno, ao lado esquerdo da Chapecoense, e encostava o Camilo. Mas daqui a pouco ele entra no jogo, aparece na cara do goleiro, dá assistência ao David, ao Thiago, ao Fred. Quem é o segundo volante? Esse jogador é muito moderno. Esse jogador vai disputar a Olimpíada. Ele foi no limite. Jogou o jogo passado com uma pequena dor, não deu na imagem, mas deu no ultrassom, em parte externa do músculo. Não tem como agravar, mas incomoda. E hoje ele jogou até a morte”, avaliou Abel.

“É um garoto que está se destacando no meio dos experientes. Nesse momento, está vendo que os caras que foram lá seguraram a onda direitinho. Às vezes você pode perder em uma situação ou outra, por característica. Mas ele merece, não sei se agora, mas até dezembro, vestir a amarela. Ele é muito moderno”, acrescentou.


Éderson tomou conhecimento das palavras do comandante e fez questão de agradecer. “Graças a Deus o Abel vem me dando a sequência que eu estava tendo com o Rogério. Isso está sendo muito importante, estou pegando confiança a cada jogo, jogando melhor a cada jogo. O Abel vem me dando muita confiança, aí junta uma coisa com outra, não tem como ter erro”.

Por causa de cansaço muscular, Éderson foi substituído por Jadson aos 28 minutos do segundo tempo. Segundo o Footstats, o meio-campista acertou 29 passes e errou somente quatro, além de ter sido recordista em dribles, com três fintas em cima de seus adversários. “Como falei, foi uma vitória importante, a torcida nos apoiou do começo ao fim, acho que temos de continuar batalhando do primeiro ao último minuto. Hoje achei que quatro minutos de acréscimos foi um excesso, mas é continuar batalhando até o juiz apitar. Foi uma vitória importantíssima”, vibrou o atleta.

O próximo desafio do Cruzeiro será contra o Corinthians, às 19h de sábado, na Arena Corinthians, em São Paulo. No Brasileiro de 2019, o time celeste é o único que não venceu como visitante. Em 13 jogos até o momento longe de Belo Horizonte, foram seis empates e sete derrotas.