Cruzeiro

CRUZEIRO

Veja as combinações que podem manter Cruzeiro vivo no Brasileiro ou decretar inédito rebaixamento na 37ª rodada

Time celeste tem 90,6% de chance de cair para a segunda divisão

postado em 02/12/2019 23:16 / atualizado em 03/12/2019 03:20

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)
Ao perder para o Vasco por 1 a 0, nesta segunda-feira, em São Januário, no Rio de Janeiro, o Cruzeiro terminou a 36ª rodada do Campeonato Brasileiro em 17º lugar, com 36 pontos - dois a menos que o 16º, Ceará. De acordo com o Departamento de Matemática da UFMG, a probabilidade de rebaixamento subiu para 90,6%.

Um fato que contribui para o aumento do risco de queda é o próximo duelo, contra o Grêmio, quarto colocado da Série A, com 62 pontos. A partida da 37ª rodada acontece na quinta-feira, às 19h15, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. O técnico Renato Gaúcho já avisou que escalará força máxima, pois pretende terminar a competição com profissionalismo.

Antes de Grêmio x Cruzeiro, o Ceará medirá forças com o Corinthians, às 19h30 de quarta, no Castelão, onde tem 55,56% de aproveitamento (oito vitórias, seis empates e quatro derrotas) e deve contar com grande apoio de sua torcida para cravar a permanência na elite nacional. Como jogará depois, o Cruzeiro projeta sua pontuação a partir do resultado em Fortaleza.

O cenário mais favorável é uma derrota do Ceará para o Corinthians. Se isso acontecer, basta ao Cruzeiro vencer o Grêmio para alcançar 39 pontos e subir ao 16º lugar. Em caso de empate em Porto Alegre, somará 37 e levará a decisão para a última rodada, diante do Palmeiras. Até mesmo o revés não impediria o clube de brigar pela continuidade na elite no domingo.

Se empatar com o Corinthians, o Ceará chegará a 39 pontos e obrigará o Cruzeiro a, na pior das hipóteses, somar no duelo ante o Grêmio. Revés no Rio Grande do Sul confirmaria a queda matemática da equipe celeste à segunda divisão, pois os cearenses levam vantagem em número de vitórias (10 a 7), mesmo em uma possível igualdade de pontos no desfecho do campeonato.

Já o eventual triunfo do Ceará sobre o Timão é o pior resultado possível para o Cruzeiro, que, necessariamente, teria de surpreender o Grêmio fora de casa na tentativa de evitar o rebaixamento inédito à Série B. Nessa circunstância, nem o empate serviria à Raposa, que veria seu concorrente somar 41 pontos e ficar em boas condições para seguir na Série A.

Depois de visitar o Grêmio, o Cruzeiro encerra sua participação no Brasileiro contra o Palmeiras, no domingo, às 16h, no Mineirão. Por sua vez, o Ceará enfrentará o Botafogo, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. Garantido na Série A, o alvinegro carioca - 14º, com 42 pontos - tem chances de obter vaga na Copa Sul-Americana de 2020.

Tags: Campeonato Brasileiro Cruzeiro interiormg futnacional seriea