Cruzeiro

CRUZEIRO

Salomé, torcedora icônica do Cruzeiro, morre aos 86 anos

Maria Salomé da Silva passou mal no último domingo, no Mineirão, no jogo que decretou o rebaixamento do clube para a Série B do Campeonato Brasileiro

postado em 10/12/2019 07:49 / atualizado em 10/12/2019 15:44

(Foto: Bruno Furtado/Superesportes)

Torcedora icônica e funcionária do Cruzeiro, Maria Salomé da Silva, de 86 anos, morreu na madrugada desta terça-feira em Belo Horizonte. Ela passou mal no Mineirão, no último domingo, durante o jogo que decretou o rebaixamento do time celeste para a Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro.



Salomé foi socorrida no estádio e encaminhada para um hospital na região Centro-Sul de Belo Horizonte. Com o decorrer dos dias, ela ficou debilitada e morreu por problemas cardíacos. Ela será velada no Ginásio do Riacho, nesta quarta-feira, a partir das 7h. O local recebe os jogos de vôlei do Cruzeiro e era muito frequentando pela torcedora. O sepultamento será às 16h, no Cemitério e crematório Belo Vale, em Santa Luzia.

Salomé ficou conhecida por seu amor ao Cruzeiro. Ela não perdia nenhum jogo do clube de coração. Sempre muito alegre, representava a rivalidade sadia do futebol, já que era respeitada por todas as torcidas.



No Twitter, a morte de Salomé foi o assunto mais comentado na manhã desta terça-feira. Houve solidariedade de muitos fanáticos por futebol.

O perfil do Mineirão se despediu da torcedora. "Que notícia devastadora! Salomé é um símbolo. Alegria e fidelidade ao clube de coração. Sempre presente aqui no Mineirão e cheia bom humor e sorriso. Força para a família e amigos. Te amamos, Dona Salomé!".



O perfil da Copa do Brasil no Twitter também homenageou Salomé. "Dona Salomé, torcedora-símbolo do Cruzeiro, ficará para sempre marcada em minha história com seu sorriso. Em 2018, tive a honra de tê-la como personagem em um dos meus episódios do documentário 'Contos do Povo da Bola'".



O levantador William, ex-jogador do Cruzeiro, fez uma homenagem à torcedora no Instagram: "Notícia triste! Uma das pessoas mais incríveis que conheci na minha vida. Cheia de energia e disposição, Dona Salomé estava sempre com esse sorriso no rosto. Me lembro dela limpando os bebedouros do barro preto sempre cantando e transmitindo essa alegria pra todos! Torcendo em todos os jogos com a sua raposinha nas mãos. O céus está mais feliz e muito mais azul!! Descanse em paz Dona Salomé!".


No início deste mês, o nome de Salomé foi envolvido em uma grande confusão. Em um Boletim de Ocorrência registrado na Polícia Militar, constava que ela tinha sido agredida quando deixava o Ginásio Divino Braga, em Betim, após vitória do Cruzeiro sobre o Zenit Kazan, pelo Mundial de Clubes de Vôlei.

Ela esclareceu. “Graças a Deus, eu não fui agredida. Eu fui virar para trás para saber o que estava acontecendo e, com o peso da mochila que eu estava segurando, eu acabei entortando o pé e machuquei o joelho”, afirmou Salomé, ao Superesportes, no dia 4 de dezembro.  

Documentário


Em 2017, Salomé foi personagem de um vídeo do especial Belo Horizonte 120 anos (BH120), do jornal Estado de Minas. Na ocasião, ela participou de um encontro com torcedoras-símbolo de Atlético e América.

“É a missão de Deus aqui na terra para mim o Cruzeiro. Eu não vou em outros lugares a não ser no Cruzeiro”, afirmou. “Não troco o Cruzeiro por outra coisa. É Cruzeiro na mente e no coração. E dia e noite”, acrescentou. O vídeo está na parte de cima da nota.

Tags: morte torcedora cruzeiroec salomé Maria Salomé da Silva