Cruzeiro

CRUZEIRO

Liminar da Justiça do Trabalho rescinde contrato de Fred com o Cruzeiro

Com essa decisão, atacante está livre para acertar com outro clube

postado em 18/02/2020 08:59 / atualizado em 18/02/2020 10:31

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)

A Justiça do Trabalho concedeu liminar favorável ao atacante Fred, aceitando o pedido de rescisão indireta do vínculo de trabalho do jogador com o Cruzeiro. A Raposa deve salários, férias e FGTS ao atleta. O processo corre na 1ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte.

A informação foi divulgada inicialmente pela Itatiaia e confirmada pelo Superesportes com o advogado do atleta, José Eduardo de Resende.

"Com essa decisão, o Fred está livre para acertar com outro clube. O próximo passo é audiência que foi remarcada. Vamos fazer uma emenda na petição inicial, algumas questões de valores serão esclarecidas. Mas ele já pode assinar com outra equipe", disse Resende.
 
"O relacionamento com o Cruzeiro é bom, pelo menos da parte do Fred. A gente quer negociar com o clube, inclusive havia sido feito acordo para liberação do jogador, mas depois houve orientação diferente. Por causa disso, tivemos que insistir na ação judicial".

A tendência é que o Cruzeiro não tente barrar essa liminar. Procurado, o clube disse que ainda não foi notificado.

"Para o Cruzeiro, essa liberação é positiva também. Quanto mais tempo ele ficar vinculado ao clube, mais aumenta o passivo", frisou o advogado do atleta.

Fred e Cruzeiro ainda manterão ligação por causa de uma dívida de R$ 10 milhões cobrada pelo Atlético. A diretoria alvinegra impôs essa multa na rescisão do atleta em caso de assinatura posterior com o rival. Ciente da cláusula, o jogador saiu do Galo em 22 de dezembro de 2017 e, no dia seguinte, fechou vínculo de três anos com a Raposa.

Passagem apagada


Em sua segunda passagem pelo Cruzeiro, Fred disputou 69 jogos e marcou 25 gols. Na temporada 2018, teve a sequência prejudicada por causa de uma grave lesão no ligamento cruzado anterior do joelho direito.

Em 2019, o camisa 9 começou bem o primeiro semestre, sendo artilheiro do Mineiro, com 12 gols. Depois, caiu de produção, especialmente no Brasileiro, no qual não conseguiu render de maneira satisfatória para livrar a Raposa do rebaixamento.

No geral, Fred balançou a rede 81 vezes em 140 partidas pelo Cruzeiro. Ele divide com Fábio Júnior a 22ª posição entre os maiores artilheiros da história do clube.

O provável destino de Fred é o Fluminense, clube do qual ele é o terceiro maior goleador, com 172 tentos em 288 jogos. O presidente Mário Bittencourt manifestou interesse em contratá-lo dentro das condições financeiras do tricolor carioca.

Tags: fred justiça liminar trabalho