Cruzeiro

CORONAVÍRUS

Inspiração em clubes europeus, testes rápidos e medições de temperaturas: Cruzeiro cria protocolos para retorno aos treinos

Médico não vê problema em reinício das atividades na primeira semana de maio

postado em 18/04/2020 16:03

(Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
O departamento médico do Cruzeiro criou um plano para reapresentação dos jogadores em meio à pandemia de coronavírus. Ainda não há um prazo definido, mas o clube já trabalha com a possibilidade de o grupo retomar aos treinos na Toca da Raposa II assim que retornar das férias, em 1º de maio. 

O documento, que conta com uma série de protocolos, foi escrito pelos ortopedistas Sérgio Campolina, Frederico Zatti e Leonardo Fantini, além do cardiologista Roberto Felipe.

Em entrevista à Rádio Itatiaia, Campolina explicou que a equipe de trabalho se inspirou em protocolos criados por equipes das ligas espanhola, portuguesa e alemã. Na volta aos treinos, estão previstos testes rápidos com jogadores do Cruzeiro, para verificar se algum atleta já adquiriu imunidade à COVID-19, além de questionários médicos e medições de temperatura sempre na portaria do CT.

Serão feitos protocolos que começam desde a chegada do atleta e do estafe administrativo ao CT. A abordagem começa na portaria, com leitura de temperatura dos atletas ainda dentro dos veículos. Na verdade, antes do portão, os atletas vão responder a um questionário e, de acordo com as respostas, eles poderão ou não entrar. A ideia, a partir daí, é individualizar ao máximo. Os atletas não terão contatos um com os outros. Se terão, será mais visual. Vamos respeitar a distância de dois metros”, projetou.

“Não tem como não aprender com tudo que está acontecendo. Temos observado o enfrentamento da pandemia e, dentro desse processo, é importante a organização. Baseado em protocolos difundidos de outras ligas, especificamente da espanhola, portuguesa e alemã, eu fiz uma leitura e uma adaptação desses protocolos para nossa realidade. A parte de desenvolvimento para prática do esporte, do Cruzeiro está pronta. Precisamos aguardar a liberação dos órgãos do esporte para colocar em prática”, completou.

Campolina ainda comentou que não vê problema, a partir da liberação dos órgãos oficiais, de iniciar os treinamentos na Toca da Raposa II tão logo os atletas retornem das férias. “Levando em consideração que nosso grupo tem cumprido as regras de isolamento social e já tenha passado um período até maior do que o controle de infecção, que são 15 dias, não vejo problema de começar na próxima semana, por exemplo. Mas como houve uma decisão de prorrogar as férias dos atletas, imagino que na primeira semana de maio, se tudo correr como está correndo, não há qualquer tipo de problema de retornar a prática de esporte”, revelou. 

O Cruzeiro paralisou suas atividades em 17 de março. Desde então, os jogadores têm tentando manter a forma física com trabalhos individuais. No fim de março, os clubes das Séries A e B do Campeonato Brasileiro decidiram das férias de 20 dias aos elencos. Nesta semana, o período foi ampliado por mais 10 dias.

O número de mortes pelo novo coronavírus em Minas Gerais subiu para 39 neste sábado, segundo informações da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). Foram quatro novos óbitos em 24 horas. O estado investiga outras 83 mortes – 15 foram descartadas desde o balanço anterior. O total de infectados é de 1.077, alta de 56 em um dia. Os casos suspeitos somam 72.991, 131 a mais em comparação com o último relatório. 

Tags: Cruzeiro serieb interiormg futnacional coronavirus