Cruzeiro

CRUZEIRO

Presidente do Cruzeiro revela valor que Independiente quer por Romero e comenta negociações

Apesar da dificuldade, Sérgio Rodrigues mantém esperança de ter volante

(Foto: Independiente/Divulgação)
Presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues mantém viva a esperança de contratar o volante Lucas Romero, hoje no Independiente, da Argentina. Contudo, o mandatário mantém o discurso de “pés no chão” e da política de austeridade, uma vez que a Raposa vive grave crise financeira. Em entrevista exclusiva ao Superesportes/Estado de Minas, Sérgio revelou que a equipe de Avellaneda quer 4 milhões de dólares (cerca de R$ 21 milhões na cotação atual) para liberar Romero. 

“Foi conversado com o atleta e ele não está recebendo o salário lá pelo que me parece. Não sei se foi atualizado. A realidade do Cruzeiro… O Independiente fala em 4 milhões de dólares para liberá-lo. Isso é R$ 20 milhões, uma coisa totalmente fora de condição. Não só para o Cruzeiro, como para a grande maioria dos clubes hoje em Minas Gerais e no Brasil”, disse. 

Depois de ter uma primeira oferta de empréstimo recusada pelo Independiente, o Cruzeiro se mantém em compasso de espera até que os argentinos tomem uma decisão sobre o que fazer com o volante. Vale lembrar que o ‘Rojo’ também vive grave crise financeira e tenta negociar seus principais atletas para enxugar a folha salarial do elenco. 

“Estamos tentando o empréstimo com opção (de compra). É a ideia, e o Independiente está analisando. Se eles não tiverem nenhum tipo de proposta (de outro clube), pode ser que eles voltem a negociar com a gente. Mas enquanto estiverem falando de um valor desse, de 4 milhões de dólares, está fora de cogitação para nós”, analisou o presidente.  

O Independiente comprou 100% dos direitos econômicos de Romero em julho de 2019, por quase US$ 5 milhões (R$ 19,8 milhões na cotação da época). O Cruzeiro ficou com US$ 2,2 milhões (R$ 8,8 milhões), além de não precisar uma dívida de US$ 750 mil pela aquisição de Matías Pisano, em janeiro de 2016. Outros US$ 2 milhões foram pagos ao Vélez Sarsfield.

Vinculado ao Rojo até junho de 2023, El Perro recebeu boas recomendações do então técnico Sebastián Beccacece, mas ainda não correspondeu às expectativas. Contando Copa Sul-Americana, Campeonato Argentino, Copa da Superliga e Copa Argentina, ele disputou 23 jogos.

Salário em dólar

Na Argentina, Romero recebe seu salário em dólar. A desvalorização do real poderia ser outro entrave, uma vez que o volante precisaria reduzir drasticamente seus vencimentos para se adequar ao ‘novo Cruzeiro’. Sérgio reforçou que o jogador demonstrou, mesmo assim, o desejo de retornar à Toca da Raposa II. 

“É difícil falar por ele, porque ele tem contrato lá. Mas na nossa conversa ele manifestou uma vontade de estar no Cruzeiro neste momento. Salvo engano eles (Independiente) chegaram a atrasar cinco meses de salário. Talvez se colocarem o salário em dia, o Romero é extremamente profissional, ele fala do respeito ao Independiente. Ele jamais sairia brigando com clube, tenho certeza. Depende, realmente, de um acordo geral”, explicou.

História no Cruzeiro

Pelo Cruzeiro, ao qual chegou em fevereiro de 2016, Romero jogou 152 vezes, marcou três gols e ganhou quatro títulos: duas Copas do Brasil (2017 e 2018) e dois estaduais (2018 e 2019). 

Versátil, ele atua tanto no meio-campo quanto na lateral direita. Sua volta, portanto, daria alternativa em duas posições ao técnico Enderson Moreira na Série B do Brasileiro. Além disso, o ex-camisa 29 sempre demonstrou carinho ao clube e apreço pelos torcedores, prometendo um dia retornar à Toca II.

A entrevista

Sérgio Santos Rodrigues concedeu entrevista exclusiva ao Superesportes e ao Estado de Minas. Na conversa, o mandatário celeste falou sobre finanças, contratações, patrocínios, entre outros temas relacionados ao início de sua gestão. As reportagens serão publicadas ao longo dos próximos dias. Veja o que já escrevemos:

Tags: Cruzeiro serieb interiormg futnacional mercadobola