Cruzeiro

CRUZEIRO X ATLÉTICO

Presidente do Cruzeiro quer clássico 'meio a meio' com o Atlético e dirigente rival no mesmo camarote

Sérgio Rodrigues ainda pensa na presença de mascotes, faixas e bandeiras dos dois lados

postado em 07/07/2020 13:09 / atualizado em 07/07/2020 14:05

(Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
Em entrevista ao Alterosa Esporte, o presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, disse que quer voltar a ver o clássico com o Atlético ser disputado com a divisão igualitária de torcida, com 50% da carga para atleticanos e 50% para cruzeirenses.

Sérgio Rodrigues ainda espera que ocorra em Minas Gerais o que já é uma prática recorrente na Europa: presidentes assistem ao jogo no estádio lado a lado. Além disso, o mandatário celeste quer a presença de mascotes e bandeiras e faixas para as torcidas celeste e alvinegra. 

"Meu desejo não é só o clássico meio a meio. É como ocorre na Europa, que a gente (presidentes dos clubes) assista ao jogo junto no camarote com o Adriano Aro, presidente da FMF, e o Castellar, vice-presidente da CBF. Que a gente pomova uma coletiva conjunta, que os mascotes que eu cheguei a propor entrem em campo. A partir do momento que fala para jogar 90%-10% da divisão de ingressos, aí tem aquela pressão. Seu mascote não entra no meu campo, a sua bandeira não entra. Ou a gente constrói algo conjunto ou não adianta culpar a torcida lá fora, porque os dirigentes começam a brigar nas reuniões pré-clássico". 

O presidente do Cruzeiro entende que a união pode ser benéfica até em pautas comerciais. "Eu quero sim clássico meio a meio, quero que a gente assista ao jogo junto, quero que a gente construa pautas positivas para o futebol mineiro. Se a gente negociar em conjunto, os patrocínios serão melhores". 

Sérgio Rodrigues ainda elogiou o rival Sette Câmara. "O Sérgio Sette Câmara não conseguiu se aproximar (da gestão passada do Cruzeiro) porque ele só se aproxima de gente séria. É um amigo que eu tenho e a gente conversa muito. Até quando brinca com o outro nessas questões que sempre vão existir no futebol é com respeito".

Tags: clássico presidente dividido atleticomg cruzeiroec Sérgio Rodrigues Sérgio Sette Câmara