Cruzeiro

CRUZEIRO

Giovanni fala em 'oportunidade da vida' no Cruzeiro e detalha características em campo

Jogador treina na Toca desde setembro, mas só agora foi anunciado pelo clube

postado em 29/10/2020 17:00 / atualizado em 29/10/2020 19:39

(Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
Oficializado nesta quinta-feira, o meia Giovanni, de 26 anos, falou pela primeira vez como jogador do Cruzeiro. Ele respondeu a perguntas realizadas pelo departamento de comunicação do clube em vídeo divulgado nos veículos oficiais da Raposa. O ex-jogador do Coritiba apontou que esta é a oportunidade de sua vida e detalhou como atua dentro de campo. 


“Costumo falar com minha família que é a oportunidade da minha vida. Vestindo a camisa de um grande clube, onde grandes jogadores passaram, um clube campeão, que sempre entra nas competições em busca de títulos. Estou feliz, motivado, espero que possa ser um ano de sucesso”, disse. 

“Minha característica é o passe. Minha função de origem é meia, armador, mas de uns anos para cá aprendi a desenvolver uma nova função na criação, vindo de trás e pisando na área. Costumo fazer essas duas funções, achar os passes nos atacantes. Um ponto forte é o chute de fora da área”, complementou.

A experiência em clubes da Série B do Campeonato Brasileiro também foi pauta do vídeo gravado pelo Cruzeiro. Giovanni participou das campanhas do Goiás, em 2018, e Coritiba, em 2019. As duas equipes alcançaram o acesso à Série A.


“Joguei em dois clubes recentemente que conseguiram o objetivo de subir para a Série A, coisa que estamos precisando aqui também. A Série B é uma competição muito difícil. Eu costumo dizer que a partir do momento que a gente coloca vontade e determinação, o espírito da competição, a qualidade acaba sobressaindo”, avaliou.

Giovanni estava em Belo Horizonte desde o dia 24 de setembro. Enquanto a Raposa tentava resolver suas pendências na Fifa, o jogador aguardou o fim do ‘transfer ban’, aplicado pela entidade máxima do futebol, para tentar melhorar a forma física e conhecer o elenco. Sua contratação foi uma indicação de Ney Franco, ex-treinador da Cruzeiro.

Apesar do anúncio, o Cruzeiro ainda não sabe se poderá contar com Giovanni para o duelo diante do Paraná, nesta sexta-feira, no Mineirão. Sua utilização depende da regularização no Boletim Informativo Diário (BID), da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), até a noite desta quinta-feira.

Trajetória


O ex-meia do Coritiba fez apenas dois jogos nesta temporada. O primeiro ocorreu no dia 6 de setembro, na derrota para o Atlético, por 1 a 0, no Couto Pereira, pelo Brasileiro. Em seguida, entrou em campo no dia 12 de setembro, em revés para o Athletico-PR, por 1 a 0, na Arena da Baixada. Depois do clássico, não jogou mais. Sem espaço no Coxa, acabou liberado.

Giovanni atuou pouco no ano em função de uma lesão no tendão da perna direita. Em 2019, ele participou de 42 partidas pelo time paranaense e marcou quatro gols, sendo muito ativo na campanha do acesso à Série A. Ao todo, realizou 30 jogos na Segunda Divisão pelo Coxa, com duas bolas nas redes e cinco assistências.

Em 2018, o meia trabalhou com Ney Franco no Goiás. Também ajudou o clube em busca de uma vaga na elite do futebol nacional, com 33 partidas na Série B, cinco gols marcados e nove assistências.

O armador foi revelado pelo Corinthians. Em 2012, aos 18 anos, Giovanni foi destaque do título da Copa São Paulo de Futebol Júnior, subiu aos profissionais e foi campeão do Mundial de Clubes no Japão. Apesar disso, acabou não rendendo o esperado. Por isso, deixou o Timão e passou por Ponte Preta, Portuguesa, São Bento, Athletico-PR, Tigres do Brasil e Náutico. 

Em toda carreira, segundo o site Ogol, Giovanni atuou em 201 jogos e marcou 21 gols - média de 0,1 gol por jogo.

Tags: Cruzeiro serieb interiormg futnacional mercadobola