Cruzeiro

FUTEBOL NACIONAL

Ídolo do Cruzeiro, Alex anuncia que será técnico a partir de 2021

Aos 43 anos, ex-meia iniciará nova trajetória no futebol

postado em 23/11/2020 18:32 / atualizado em 23/11/2020 19:40

(Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Aos 43 anos, o ex-meia Alex, ídolo do Cruzeiro, anunciou que iniciará a carreira como técnico de futebol a partir de 2021. Em entrevista ao portal Umdoisesportes, de Curitiba, ele disse que vinha amadurecendo a ideia desde 2014, quando concluiu sua trajetória como atleta no Coritiba.

Nos últimos anos, Alex fez cursos de gestão na Universidade do Futebol e tirou as licenças A e B da CBF Academy. Recentemente, ele realizou um estágio no time sub-17 do Coritiba. Ainda em 2020, concluirá seu período de observação com um novo estágio no profissional do Coxa.

Craque com a bola nos pés, Alex adiantou que será um treinador detalhista. “O que eu posso oferecer é que sou um cara que quando jogava era muito preocupado com os detalhes – e como treinador também vou ser. Sou um cara que só funciona se a coisa estiver muito organizada, então quero que a coisa esteja muita organizada. E vou ser um cara que quer gastar muita energia com o indivíduo, com o atleta”.

Alex contou que já recebeu propostas para assumir clubes nos últimos anos, mas não se sentia preparado. Justamente por isso, buscou uma formação teórica na CBF Academy e assumirá o desafio em 2021.

“As pessoas ainda contratam pelo nome, não pelo conhecimento da pessoa. Pelo nome eu já estaria trabalhando se quisesse porque os convites chegam. Eu me sentia desconfortável quando um convite desses vinha. Sei de vários profissionais que não tiveram a mesma felicidade de ter uma carreira como a minha jogando ou não foram jogadores e estão na profissão através das faculdades e que de repente não têm as mesmas oportunidades, os mesmos convites. Então, a forma que fiz para me sentir confortável é só falar do que tenho conhecimento. Eu não tinha conhecimento nenhum da parte teórica e fui buscar. São quatro anos buscando quase que diariamente. Acredito que tenho o embasamento para falar da parte teórica e o embasamento pra falar da parte prática enquanto jogador”.

O novo treinador não quis adiantar se já há algo engatilhado para 2021. Alex está certo apenas de que o começo será de muito aprendizado. “A parte prática de treinador só vai acontecer na hora em que trabalhar. E com a consciência muito tranquila de que existe uma expectativa grande e que vou errar muito porque treinador realmente erra muito porque é a posição pessoal dele que tem de ser executada através de outros. E muitas vezes não se atinge a expectativa de um diretor de clube, de um torcedor, jornalistas. Essa consciência eu tenho bem resolvida comigo, mas estou pronto para encarar o processo sabendo de tudo isso que é inerente ao jogo e à minha profissão”.

“Vou ver o que vai acontecer em termos de primeiro emprego, de início de carreira, sabendo que é bem diferente da carreira de um futebolista, mas que eu também vou depender daquilo que apresentar, daquilo que acontecer como resultado”, concluiu.

Carreira como jogador


Enquanto jogador, o meia vestiu a camisa do Cruzeiro em duas passagens (2001; 2002 a 2004) e contabilizou 64 gols e 61 assistências em 121 jogos. Alex ganhou duas edições do Campeonato Mineiro (2003 e 2004), uma Copa do Brasil (2003) e um Campeonato Brasileiro (2003).

(Foto: Jorge Gontijo/EM/D.A Press)


Em todas as competições, obteve grande destaque pelo estilo de jogo refinado, passes precisos, lançamentos na medida e gols – tanto de falta quanto com a bola rolando.
 
Ao longo da carreira, o meio-campista também jogou por Palmeiras, Flamengo, Parma-ITA, Fenerbahçe-TUR e Seleção Brasileira. Em 1.035 jogos, marcou 422 gols, contribuiu com 356 assistências e conquistou 19 títulos.


 

Números de Alex

 
Coritiba: 210 jogos, 70 gols e 58 assistências
Palmeiras: 241 jogos, 78 gols e 56 assistências
Cruzeiro: 121 jogos, 64 gols e 61 assistências
Fenerbahçe: 378 jogos, 185 gols e 162 assistências
Flamengo: 12 jogos e 3 gols
Parma: 5 jogos e 2 gols
Seleção Brasileira (olímpica e principal): 68 jogos, 20 gols e 11 assistências

Tags: cruzeiro técnico alex treinador serieb interiormg futinternacional futnacional seriea mercadobola alex de souza