Cruzeiro

CRUZEIRO

Presidente do Cruzeiro fala sobre interesse em volante Ramires

Sérgio Rodrigues diz que, no momento, jogador está fora da realidade, mas espera 'o desenrolar para ver o que pode ser feito'

postado em 01/12/2020 20:14 / atualizado em 01/12/2020 20:44

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Assim que o Palmeiras anunciou a rescisão com Ramires, os torcedores do Cruzeiro criaram expectativas quanto à chance de o volante retornar ao clube que defendeu entre 2007 e 2009. A boa relação entre o atleta de 33 anos e o técnico Luiz Felipe Scolari ajudou a fortalecer ainda mais a hipótese. Porém, até o momento, tudo não passa de um sonho.

Em entrevista à Rádio Itatiaia, o presidente Sérgio Santos Rodrigues explicou que Ramires hoje está fora da realidade em razão do salário elevado que recebia no Palmeiras e também pela impossibilidade de o clube registrar jogadores por causa de uma punição aplicada pela Câmara Nacional de Resolução de Disputas da CBF (clique aqui e entenda o caso).


“Se eu falar que o Ramires é um jogador que o Cruzeiro não queria, é um absurdo. Jogador da qualidade, do histórico, do carinho que a torcida tem com ele. Mas essa é a realidade do mercado. Além do salário, existe a nova punição que a gente tomou. Hoje, é fora da realidade”. 

Sérgio, contudo, não descartou por completo. “Se eu disse que a gente quer, a gente gostaria. Vamos esperar o desenrolar para ver o que pode ser feito”.

No último dia 28 (sábado), Ramires falou sobre a saída do Palmeiras. “Como a maioria de vocês já deve saber, decidimos, eu e a direção do Palmeiras, que seria bom para ambas as partes a finalização do meu vínculo com o clube, o que aconteceu da forma mais amigável e tranquila possível. Minhas motivações são pessoais e relacionadas com situações que prefiro não expor nesse momento”.

Em 45 partidas pelo Verdão, o meio-campista marcou um gol. Segundo o jornalista Jorge Nicola, da ESPN e do Yahoo!, o salário de Ramires era de aproximadamente R$ 1,2 milhão. O vínculo dele com o clube paulista venceria em junho de 2023.

Pelo Cruzeiro, Ramires foi bicampeão mineiro (2008 e 2009) e finalista da Copa Libertadores (2009). Graças ao bom condicionamento físico, o volante tinha fôlego para atacar e defender com a mesma intensidade. Não à toa registrou bons números ofensivos para a posição: 27 gols em 111 jogos.

Ramires também defendeu Benfica, Chelsea e Jiangsu Suning (China). Pela Seleção Brasileira, disputou 51 jogos, marcou quatro gols e participou de duas Copas do Mundo: 2010, sob o comando de Dunga, e 2014, com Felipão.

Tags: Cruzeiro serieb interiormg futnacional palmeirassp Ramires mercadobola