Cruzeiro

CRUZEIRO

Tokushima Vortis, do Japão, anuncia contratação de Cacá, do Cruzeiro

Negócio gira em torno de R$ 10,7 milhões, conforme apurou o Superesportes

postado em 14/02/2021 09:29 / atualizado em 14/02/2021 11:16

(Foto: Reprodução)
O Tokushima Vortis, da Primeira Divisão do Japão, anunciou a contratação do zagueiro Cacá, do Cruzeiro, na manhã deste domingo. A publicação nas redes sociais, informando o acordo, aconteceu às 5h30 (horário de Brasília). Em seu site oficial, o clube japonês publicou uma mensagem do defensor brasileiro. 

“Torcida do Tokoshima Vortis, aqui é o Cacá, zagueiro. Queria dizer que sou a nova contratação do clube. Dizer que estou preparado para as dificuldades que vamos passar juntos. Dizer que vocês podem ter certeza que vou chegar e dar o meu melhor para que a gente possa ser feliz. Valeu? Estamos juntos!”, diz (assista ao vídeo abaixo desta reportagem).

O Cruzeiro ainda não oficializou todos os termos da operação. O Superesportes apurou que a venda foi de 2 milhões de dólares (R$ 10,7 milhões na cotação atual). De acordo com o último balanço, o clube detém 70% dos direitos econômicos do zagueiro. O Ubaense, clube da Zona da Mata mineira, é dono de 30%. Cacá assinará um contrato por quatro temporadas. 

No último dia 11, ao Superesportes, o executivo de futebol do Cruzeiro, André Mazzuco, admitiu que as negociações para saída do defensor estavam avançando. Na oportunidade, o dirigente ainda revelou que o zagueiro poderia nem sequer se reapresentar com o restante do elenco nesta segunda-feira, na Toca da Raposa II.

"Cacá é um menino que já vem sendo monitorado há muito tempo. Existem operações em andamento, tem uma situação em andamento, que a gente está tratando. É um ativo importante do clube. É uma situação que está caminhando para uma operação importante para nós também", explicou Mazzuco na oportunidade.

Ao longo de 2020, Cacá recebeu consultas de clubes brasileiros e do exterior, casos de Athletico-PR e CSKA Moscou, da Rússia. Em outubro, foi a vez do Portland Timbers, dos Estados Unidos, sondar as condições para contratar o jogador. O Cruzeiro recusou todas as investidas.

Titular no início da temporada 2020, Cacá ficou no banco de reservas no returno da Série B, já que o técnico Luiz Felipe Scolari optou pela dupla de zaga formada por Manoel e Ramon. Ainda assim, é considerado um grande ativo do clube. Ele tinha contrato até dezembro de 2022.


Substituto


Já tratando a saída de Cacá como certa, Mazzuco admitiu, na mesma entrevista, que o Cruzeiro buscará reposição para o setor. O dirigente admitiu que até dois jogadores para a posição deverão ser contratados para a temporada. 

"A saída do Cacá exige uma reposição. Com essa saída dele, estamos basicamente com três zagueiros (Manoel, Ramon e Paulo), então precisamos de reposição", disse. O experiente Leo ainda integra o elenco, mas está afastado em tratamento de uma lesão no joelho direito. 

Um deles será Eduardo Brock, do Ceará. Nesta quinta-feira, o empresário do defensor admitiu o acerto com o Cruzeiro ao Superesportes. O contrato será até o fim do Campeonato Mineiro de 2022.

Tags: Cruzeiro serieb interiormg funtacional mercadobola