Cruzeiro

CRUZEIRO

Brock vê Cruzeiro preparado para Série B e espera contribuir com liderança

Zagueiro foi apresentado como reforço celeste nesta sexta-feira

postado em 26/02/2021 12:21 / atualizado em 26/02/2021 13:57

(Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
Sexto reforço do Cruzeiro para a temporada 2021, Eduardo Brock foi apresentado nesta sexta-feira, na Toca da Raposa II. Com contrato até o fim do Estadual de 2021, o zagueiro chega ao clube celeste com experiência de ter liderado o Paraná Clube como capitão na campanha do acesso à Primeira Divisão em 2017. Na entrevista coletiva, o gaúcho explicou a decisão de trocar o Ceará pela Raposa e projetou contribuir com o elenco repleto de jovens jogadores na Série B do Campeonato Brasileiro

“Acho que o convite para trabalhar em um clube gigante como o Cruzeiro é especial e irrecusável. Venho para crescer como jogador profissional, aprender, evoluir e ajudar a molecada que faz parte do grupo. Ajudar o Cruzeiro nessa reviravolta para a elite é gratificante para qualquer jogador. É chegar aqui para trabalhar e agregar. Claro, por eu estar, acredito que eu agrado pela parte técnica.  Sou uma pessoa de grupo e posso ajudar muito com liderança, dar conselhos, até por ter vivido isso. Vou me esforçar ao máximo para ajudar a levantar o Cruzeiro”, declarou o jogador de 29 anos.  

Natural de Arroio do Meio-RS, Eduardo Brock começou a carreira nas categorias de base do Grêmio. Já profissional, passou por Canoas, Novo Hamburgo, Juventude, Aimoré e Brasil de Pelotas - todos do Rio Grande do Sul. Em 2017, atuou no Paraná. No ano seguinte, acertou com o Goiás. Brock estava no Ceará desde julho de 2018.No período, foram 45 jogos com a camisa do time nordestino: oito em 2018, 19 em 2019 e 18 em 2020/21.

Apesar da sequência 'baixa' pelo Ceará, Brock aposta no trabalho para ter mais regularidade no Cruzeiro. “Eu tenho uma características de trabalhar muito, independentemente de jogar ou não. Quando eu tenho oportunidade, procuro estar na melhor forma possível. Acredito que não vai ser algo que vai dificultar, pois estou em outro ambiente, em outras condições de trabalho. Estou feliz por ter essa grande oportunidade de fazer uma Série B com um clube gigante. Precisamos batalhar muito. Haverá dificuldades, mas será gratificante no fim do ano. Estou vendo muito trabalho e verdade aqui da direção lidando com o jogador. Isso é o principal para um início de trabalho”, comentou.

Eduardo Brock elogiou a mescla do elenco e destacou o papel do técnico Felipe Conceição na evolução dos jovens jogadores. O zagueiro também vê o Cruzeiro melhor preparado e mais consciente em relação ao estilo de jogo na Série B. 

“É uma mescla importante. A Série B tem um estilo de jogo diferente, mais competitivo.  No momento que você tem jogadores mais jovens que querem crescer. Pelo que eu vi, Felipe Conceição é um cara que faz o jogador crescer. O jogador precisa acrescentar algo a cada dia, e ele faz o jogador evoluir”, exaltou. 

"Não posso falar quando eu estava de fora, mas, em 2021, o Cruzeiro entrou com outra mentalidade. Sabe que a Série B não é a Série A. É um tipo de jogo diferente. Acho que essa mentalidade e essa veracidade de quando conversamos com a direção e a comissão técnica sobre a transparência e o entendimento de tudo que está acontecendo agrega muito valor ao início do trabalho. Todos estão cientes das dificuldades e das cobranças. Pelo perfil dos atletas que estão chegando, acredito que o Cruzeiro está fazendo um bom trabalho”, concluiu. 

O Cruzeiro disputa o primeiro jogo na temporada 2021 neste sábado, contra o Uberlândia, às 16h30, no Parque do Sabiá, pela rodada inicial do Campeonato Mineiro. Além de Brock, chegaram ao clube Alan Ruschel (lateral-esquerdo), Matheus Neris (volante), Matheus Barbosa (volante), Marcinho (meia) e Felipe Augusto (atacante). 



Tags: cruzeiro serieb interiormg eduardo brock