Futebol Internacional

Em final histórica, Swansea atropela Bradford e leva Copa da Liga Inglesa

Confronto aconteceu no tradicional Estádio de Wembley, em Londres

postado em 24/02/2013 16:20 / atualizado em 24/02/2013 16:35

REUTERS/Eddie Keogh

Marcada por um duelo entre dois times surpreendentes, a final da Copa da Liga Inglesa não reservou novidades no tradicional Estádio de Wembley. Depois de eliminar o Chelsea na semifinal, o Swansea City tinha pela frente o Bradford na decisão, mas não tomou conhecimento da equipe da quarta divisão da Inglaterra e aplicou uma goleada por 5 a 0, conquistando o primeiro título de sua história.

Além de fazer o placar com a maior diferença de gols da história das decisões da competição, o Swansea, comandado por Michael Laudrup, ex-jogador da seleção dinamarquesa, conquistou uma vaga na Liga Europa, outra novidade em sua história. O Bradford, por sua vez, volta a focar na League Two, quarta divisão da Inglaterra, na qual ocupa o 11º lugar.

REUTERS/Eddie Keogh
O jogo - Favorito ao título, o Swansea abriu o placar aos 18 minutos do primeiro tempo. O espanhol Michu arriscou para o gol, o goleiro Matt Duke deu rebote e o meia Dyer colocou para o fundo das redes do Estádio de Wembley com um excelente público.

O segundo gol da equipe da elite inglesa aconteceu ainda na primeira etapa. Aos 40 minutos, Michu recebeu na entrada da área e acertou um belo chute colocado, sem dar chances para o goleiro Duke, ampliando o marcador.

Na segunda etapa, o Swansea não deu chances para o Bradford ensaiar uma reação no jogo e fez o terceiro gol logo no início. Aos três minutos, Dyer aproveitou de uma boa troca de passes do setor ofensivo e completou para as redes na entrada da área.

E se a situação do Bradford era complicada, aos dez minutos da etapa complementar ficou ainda pior. De Guzman invadiu a área e foi derrubado pelo goleiro Duke. A arbitragem marcou o pênalti e expulsou o arqueiro. Na cobrança, o próprio De Guzman converteu e transformou a vitória em goleada.

O quinto gol do Swansea, que sacramentou o recorde de maior goleada em decisões da Copa da Liga, veio apenas nos acréscimos. De Guzman completou o cruzamento e deu números finais à decisão: 5 a 0.