Futebol Internacional

FUTEBOL INTERNACIONAL

Ex-América e Cruzeiro, Bryan volta aos treinos na Armênia

Lateral-esquerdo defende o Alashkert FC desde fevereiro; país do leste europeu teve poucos casos de COVID-19 e retoma rotina aos poucos

postado em 30/04/2020 11:47 / atualizado em 30/04/2020 12:32

(Foto: Divulgação/Assessoria)


Conhecido no futebol mineiro pelas passagens por América e Cruzeiro, Bryan é um dos primeiros jogadores a viver a experiência de volta aos treinamentos após a pandemia do novo coronavírus. Na última segunda-feira, o Alashkert FC, da Armênia, clube do lateral-esquerdo, retomou as atividades com o elenco.

Na Armênia, estima-se que o retorno das partidas no campeonato nacional possa ocorrer já no dia 15 de maio. O Alashkert é o vice-líder da competição, com 31 pontos em 17 jogos, dois a menos que o líder Ararat. Desde que chegou ao clube do leste europeu, Bryan fez seis partidas, com um gol e duas assistências.

O lateral, de 28 anos, falou sobre a retomada das atividades no clube e os trabalhos específicos nos primeiros dias de treinamento: “O foco vem sendo em recuperar o condicionamento físico. São trabalhos específicos para recuperar o mais rápido possível o período que ficamos parados. O bacana é que nesses treinos específicos os profissionais do clube estão trabalhando exercícios com bola que é o que nós jogadores gostamos”. 

Desde que o coronavírus começou a se espalhar na Armênia, foram registrados menos de 2 mil casos, e apenas 30 mortes. Devido ao baixo número de fatalidades e o cenário controlado, as atividades no país já começaram a ser retomadas. 

Em outros países da Europa, ainda há incerteza sobre a continuidade dos campeonatos nacionais, além de não haver nenhuma confirmação sobre a retomada das competições continentais - Liga dos Campeões e Liga Europa. Em outros países, os campeonatos já foram cancelados devido à inviabilização da retomada dos torneios - França e Bélgica decretaram seus campeonatos como encerrados e declararam os líderes como campeões.

Tags: americamg cruzeiroec coronavirus