Futebol Internacional

LIGA DOS CAMPEÕES

Chelsea não terá Pulisic, Azpilicueta e Pedro contra Bayern na Liga dos Campeões

Lateral Azpilicueta e os atacantes Pulisic e Pedro sofreram lesões durante a derrota por 2 a 1, no sábado

postado em 02/08/2020 19:50 / atualizado em 02/08/2020 20:22

(Foto: AFP)
Além do impacto emocional do fracasso diante do Arsenal na final da Copa da Inglaterra, o Chelsea ainda ganhou três novos desfalques para o difícil duelo contra o Bayern de Munique pelas oitavas de final da Champions League.

O lateral Azpilicueta e os atacantes Pulisic e Pedro sofreram lesões durante a derrota por 2 a 1, no sábado, e não viajarão para a Alemanha. Para seguir no torneio continental, a equipe londrina precisará reverter o placar de 3 a 0 sofrido em casa no duelo de ida. A volta será disputada no sábado, em Munique.

"Não tivemos sorte com as contusões. Aconteceu tudo ao mesmo tempo, de uma forma que não queríamos. Duas lesões musculares para Azpi e Pulisic, um ombro deslocado para Pedro, e Willian sofrendo também uma lesão antes da partida", comentou o técnico Frank Lampard, mencionando ainda o meia brasileiro, vetado na véspera da final também por questões físicas.

"Não sei ao certo a gravidade das lesões, mas sei que Azpi e Pulisic precisarão ser avaliados nos próximos dias e claramente não estarão recuperados em uma semana", completou o treinador.

Recuperando-se de lesão, o volante Kanté ainda é dúvida para a partida contra o Bayern, mas já apareceu no banco de reservas contra o Arsenal e deverá ser relacionado.

"Não estou encontrando desculpas, porque não jogamos bem o suficiente (na final), mas sinto que foi um ponto de inflexão, com tudo isso de ruim acontecendo ao mesmo tempo. Tem sido um período agitado. É claro que estamos frustrados pela derrota, mas o saldo ao longo da temporada é positivo para nós", concluiu Lampard.

DESPEDIDA

A situação de Pedro mereceu um comentário especial do treinador, em tom de lamento. O atacante espanhol era reserva e já havia anunciado que deixaria o clube na janela de verão, mas acabou renovando o contrato até o fim da temporada europeia, estendida em função da pandemia do coronavírus.

"É um fim realmente decepcionante para ele, porque esse possivelmente seria seu último jogo pelo Chelsea. Ele vem sendo de uma incrível serventia", afirmou o treinador. Em cinco temporadas na equipe azul, Pedro disputou 206 jogos, marcou 43 gols e conquistou uma Liga Europa, um Campeonato Inglês e uma Copa da Inglaterra.

Tags: desfalques baixas ligadoscampeoes inglesfut alemanhafut