Futebol Internacional

FUTEBOL INTERNACIONAL

Antonio Conte revela motivo do conflito que teve com Diego Costa no Chelsea

Dupla se desentendeu na segunda temporada do técnico italiano no Chelsea; Diego Costa foi afastado do elenco e, depois, voltou para o Atlético de Madrid

postado em 24/11/2020 13:35 / atualizado em 24/11/2020 13:39

(Foto: AFP)


O técnico Antonio Conte, hoje na Inter de Milão, revisitou o período que comandou o Chelsea durante uma entrevista ao jornal inglês The Telegraph. Após uma primeira temporada de sucesso, o italiano não empolgou na segunda e acabou demitido. Um momento marcante foi o conflito que teve com Diego Costa, centroavante brasileiro naturalizado espanhol, que marcou muitos gols, mas também teve diversas polêmicas em sua passagem pelo clube de Londres.


"Foi uma temporada incrível e eu consegui, junto com o clube, lidar com a situação do Diego Costa da melhor maneira possível. Mas, no fim, a verdade é que o jogador simplesmente quis sair muitas vezes para o Atlético de Madrid e, durante a temporada, ir para a China porque ele queria o melhor contrato", revelou Conte.

"Nós, o jogador, seu empresário, o clube e eu sabemos quantas vezes ele pediu para sair para o Atlético de Madrid no começo da temporada, para ir para a China durante a temporada e, no fim da temporada, de novo para ir para o Atlético de Madrid. A verdade é essa e, sinceramente, na minha carreira quero ter jogadores que estejam concentrados em minha equipe e que não considerem meu time uma segunda opção. Minha equipe precisa ser a primeira opção", afirmou o técnico.


Em outro ponto da entrevista, Conte revelou que pediu a contratação de dois jogadores que acreditava que melhorariam muito a sua equipe, ainda na época de Stamford Bridge: Romelu Lukaku e Virgil van Dijk. "Pedi dois jogadores e estivemos muito perto (de contratá-los) depois que vencemos a liga. Um jogador era o Romelu Lukaku e o segundo era o Virgil van Dijk. E esses dois jogadores estiveram muito, muito perto. Estivemos em contato todos os dias e eu sempre disse que, com esses dois jogadores, melhoraríamos minha equipe em 30%", contou.

"Acho que talvez perdemos o momento para levar o Chelsea ao mais alto nível e então mantê-lo lá por muitos anos. Foi uma pena que não aconteceu e o Romelu está mostrando agora na Inter que a minha ideia era certa e o Van Dijk também mostrou no Liverpool que minha ideia para o clube era a certa", comentou.

Agora, Conte tem a chance de treinar Lukaku na Inter de Milão. "Claro, teria sido uma história diferente se eu fosse o treinador do Romelu. Ele é um jogador incrível e tem muito espaço para crescimento. Em um ano na Inter, ele melhorou bastante porque sempre quer aprender e acho que eu sou um professor. Mas ele pode seguir melhorando para se tornar um dos melhores atacantes do mundo", elogiou.

Apesar de ter saído pela porta dos fundos, o técnico italiano diz ter carinho pelo Chelsea. "O Stamford Bridge sempre terá um lugar em meu coração. Foram dois anos que vivi com grande intensidade e senti, desde o primeiro dia, que os torcedores estavam comigo em cada momento", relembrou.

Tags: Chelsea Diego Costa Antonio Conte inglesfut