Futebol Nacional

COPA LIBERTADORES

Moradores reclamam de bagunça dos torcedores acampados na sede de Lourdes

Nesta madrugada, houve discussão entre a torcida e os moradores de prédios vizinhos

postado em 16/07/2013 11:33 / atualizado em 16/07/2013 14:02

Joao Miranda/Esp.EM
Moradores da Região Centro-Sul de Belo Horizonte têm enfrentado alguns problemas desde que a torcida do Atlético resolveu acampar em frente à sede de Lourdes para a compra de ingressos do segundo jogo da final da Copa Libertadores.

Segundo uma moradora, que prefere não se identificar, os cânticos entoados de madrugada, excesso no consumo de álcool e até mesmo necessidades fisiológicas sendo feitas na porta dos prédios, têm irritado os moradores, que na madrugada desta terça-feira chegaram a discutir com os torcedores.

“É muita bagunça. Eles cantam a noite toda. Fazem churrasco, colocam as barracas na frente das garagens e ocupam toda a calçada. Quem quiser passar, tem que andar pela rua”, contou.

“Eles colocam papelões e fazem necessidades fisiológicas nos jardins dos prédios. As plantas estão sendo destruídas e o cheiro é insuportável. Acionamos a Polícia Militar, mas até agora nada foi feito”, desabafou a moradora.

O segundo jogo da final está marcado para a próxima semana, no dia 24 de julho, no Mineirão. Os torcedores encontram-se acampados em frente à sede desde a última quinta-feira, um dia após a classificação do Atlético diante do Newell’s Old Boys no Independência. Os ingressos não começaram a ser vendidos e o Atlético ainda tenta levar a segunda partida para o Horto.