Internacional

AMÉRICA

Juninho diz que América alcançou 'outro patamar' após eliminar Inter na Copa do Brasil

Volante festejou ainda a vitória do time sobre o Operário-PR, pela Série B

postado em 21/11/2020 18:56 / atualizado em 21/11/2020 18:57

(Foto: Estêvão Germano/América)
Dias se passaram, mas a histórica classificação sobre o Internacional nas quartas de final da Copa do Brasil ainda repercute no América. Após a vitória deste sábado por 1 a 0 sobre o Operário-PR, pela 22ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o volante Juninho admitiu que a equipe mineira alcançou um “outro patamar” ao chegar tão longe na competição mata-mata.

“Sabemos que a nossa equipe, talvez com essa classificação, alcançou um outro patamar, a gente não pode negar isso. Mas é na humildade sempre, respeitando o adversário, com os pés no chão, da mesma forma que a gente tem conquistado”, disse, em entrevista ao canal Premiere logo após o triunfo no Estádio Germano Krüeger, em Ponta Grossa, interior do Paraná.

A expressão “outro patamar” ganhou notoriedade no futebol brasileiro após declaração do atacante Bruno Henrique após empate por 4 a 4 entre Flamengo e Vasco, no Campeonato Brasileiro de 2019. Na ocasião, o jogador provocou o adversário e frisou o grande momento vivido pelo time rubro-negro, que viria a ser campeão nacional e da Copa Libertadores naquela temporada.

“Só deixar um recadinho: nós estamos brigando por título, eles eu não sei pelo que estão brigando. Então a gente tem que ter a cabeça no lugar, porque isso aqui é o que eles queriam: tumultuar o jogo, ficar fazendo gracinha. O Henríquez ali o tempo todo falando... Temos que ter cabeça no lugar porque estamos em outro patamar”, disse Bruno Henrique, na ocasião.

Recuperação na Série B

Apesar de comemorar a vaga inédita para o América na semifinal da Copa do Brasil, Juninho pregou concentração na disputa da Série B. Com o 1 a 0 sobre o Operário-PR, o time findou uma sequência de três jogos sem vencer na competição (dois empates e uma derrota), chegou aos 40 pontos e assumiu a vice-liderança.

“Não tem o que falar do trabalho que está sendo feito. Foi uma classificação histórica, mas passou. Só dia 23 de dezembro (o jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil contra o Palmeiras), se não me engano. Sabíamos que tínhamos que voltar a vencer no Brasileiro, pois o pessoal encostou. Viemos aqui e conseguimos a vitória, uma vitória importante, uma vitória que dá confiança no Brasileiro. Agora, é seguir trabalhando”, frisou.

Agora, o América concentra atenções no confronto direto com o Juventude, pela 23ª rodada. A equipe gaúcha soma 37 pontos e está na briga pelo acesso à Série A. A bola rola às 21h30 da próxima terça-feira, no Independência.

Tags: serieb copadobrasil americamg interiormg futnacional internacionalrs operariopr