São Paulo

SÃO PAULO

São Paulo visa padrão de jogo da base e formar técnicos com Muricy

Muricy Ramalho, novo coordenador de futebol do Tricolor, será o principal aliado de Fernando Diniz no time profissional

postado em 05/01/2021 06:00 / atualizado em 05/01/2021 10:02

(Foto: J. F. DIORIO/ AFP)
O São Paulo passará por mudanças rigorosas nos próximos três anos. Presidente eleito, Julio Casares iniciou seu mandato com o intuito de estabelecer um padrão de jogo desde a base até o time profissional, como o Barcelona, e até mesmo trabalhar na formação de novos treinadores para a equipe principal com o apoio de Muricy Ramalho, que será coordenador de futebol.

"O que o São Paulo precisa na área técnica é ter uma filosofia de jogo. Não tem sentido mudança, colocar técnico com uma filosofia completamente diferente. Precisamos ter identidade, com uma linha de jogo que vem da base para o profissional. O técnico não é eterno, mas se a filosofia for implementada desde a base, ele já vem com a noção técnica adotada", afirmou Julio Casares.

"O Diniz continuará independentemente dos resultados, é um cara trabalhador, sério, com uma filosofia de jogo. Com o Muricy e toda a diretoria, certamente terá seu trabalho aperfeiçoado", completou o novo presidente tricolor, garantindo respaldo ao atual treinador da equipe.

Por falar em Fernando Diniz, Muricy Ramalho será seu principal aliado. O novo coordenador de futebol do São Paulo já elogiou o treinador e foi a favor de sua permanência quando ainda exercia a função de comentarista. Justamente por isso, a tendência é que Diniz siga no Tricolor por um bom tempo, mas, de qualquer forma, há a ideia de trabalhar internamente para a formação de novos técnicos, consolidando o projeto de haver uma filosofia de jogo muito bem estabelecida.

"Outro dia, conversando com o pessoal do futebol, o Muricy sugeriu a possibilidade de trabalhar a formação de técnicos. Se o São Paulo definiu que a filosofia é ofensiva, mesclando base com experiência, por que não formarmos técnicos dentro da casa? O Muricy foi auxiliar do Telê Santana e acabou se tornando o técnico que foi", concluiu Casares.

Tags: futnacional saopaulosp muricy ramalho