Vasco

SÉRIE A

Após interromper jejum, Ceará recebe o embalado Vasco no Castelão

Vozão quer aproveitar a força da torcida para derrotar o cruzmaltino e respirar na luta contra a degola

postado em 26/10/2019 06:30 / atualizado em 26/10/2019 10:43

<i>(Foto: Mauro Jefferson / cearasc.com
)</i>


O fim do jejum de 12 jogos sem vitórias veio em boa hora para o Ceará, evitando a queda para a zona de rebaixamento. O risco de entrar na degola, no entanto, continua vivo durante a 28ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, que será disputada pelo time cearense a partir das 17h deste sábado, na Arena Castelão, contra o Vasco, adversário bastante respeitado pelo treinador do Ceará, Adilson Batista.

"Tenho o maior respeito pelo Vasco, já trabalhei lá, sei da grandeza do clube. O Vanderlei Luxemburgo é um profissional que eu admiro. Cinco vezes campeão brasileiro, tem muita coisa boa e muita contribuição para o futebol brasileiro em times que deu prazer de ver jogar. É um profissional capacitado, experiente e nós temos que ter o devido respeito", ressaltou Adilson.

O Vasco, aliás, pode ser um bom exemplo para os cearenses, pois já esteve até na lanterna. No Ceará, é preciso, antes de tudo, consolidar a reação depois da vitória por 2 a 1 sobre o Bahia, de virada e em Salvador (BA). O resultado deixou a equipe em 15º lugar, com 29 pontos, dois acima do Cruzeiro, primeiro dentro da zona de rebaixamento.

Para o duelo contra os vascaínos, o time contará com o volante Fabinho e o meia Thiago Galhardo, ambos novamente à disposição após cumprirem suspensão. Com isso, Pedro Ken e Lima devem ser sacados. Na defesa, o zagueiro Tiago Alves continua de fora em razão de dores no joelho, enquanto o lateral-direito Samuel Xavier volta no lugar do suspenso Cristovam.


Crescimento cruzmaltino

Além de fugir das últimas colocações e buscar "coisas boas" no Campeonato Brasileiro, o técnico Vanderlei Luxemburgo quer que o Vasco incomode os adversários nas 11 rodadas que restam até o fim da competição nacional.

Em entrevista à Vasco TV, direto de Fortaleza, onde o time cruzmaltino está concentrado para o jogo deste sábad, o treinador voltou a enaltecer a força da equipe de São Januário.

"O Vasco não pode ser fraco. Esta camisa pesa muito. O Vasco precisa começar a incomodar os adversários. Eles precisam pensar que vai ser complicado enfrentar o Vasco", afirmou Luxemburgo, que deseja obter a quarta vitória consecutiva, mas sabe da dificuldade a ser encontrar na capital cearense. 

"Eles (o Ceará) também estão atrás de pontos para fugir das últimas colocações. O estádio vai receber 50 mil pessoas e a pressão vai ser grande. Vai ser mais um jogo difícil", disse o comandante do time vascaíno, que não vence quatro jogos consecutivos no Brasileiro desde a temporada 2012.



O zagueiro Leandro Castán, um dos líderes do elenco, fez questão de elogiar o trabalho de Luxemburgo nesta sexta-feira.

"Nossa equipe resgatou o espírito de pensar grande após a chegada do Vanderlei. Somos um time de camisa pesada. Sempre soubemos disso, mas agora estamos mais confiantes, acreditando bastante em nosso potencial. Conseguimos vencer o Inter, que ainda não havia perdido em casa no Brasileiro. Respeitamos bastante o Ceará, um time muito forte atuando em casa, mas iremos jogar com bastante vontade, como temos feito, para buscar os três pontos", disse o defensor, que não terá a companhia na zaga do colombiano Oswaldo Henríquez, por causa de uma lesão no tornozelo.

 

Tags: futnacional vascorj seriea cearace