VIOLÊNCIA

Ex-lutador de MMA, War Machine é condenado por espancar ex-namorada

Ex-UFC e ex-Bellator foi condenado por 29 crimes contra atriz pornô

postado em 20/03/2017 22:47 / atualizado em 20/03/2017 23:05

Reprodução
Depois de quase três anos, a Justiça norte-americana chegou a um veredito sobre o caso de agressão do ex-lutador Jonathan Koopenhaver, mais conhecido como War Machine, contra a ex-namorada, a atriz pornô Christy Mack. O ex-atleta, que estava preso desde 2014, foi condenado por 29 crimes – ele fora acusado de cometer 34 delitos.

Preso pelo FBI em agosto de 2014, War Machine foi condenado por crimes como tortura, tentativa de assassinato, sequestro, tentativa de estupro e diversos atos de violência contra a ex-namorada. Christy Mack foi hospitalizada com uma série de hematomas e lesões espalhadas pelo corpo. Ela comemorou a decisão da Justiça.

“Hoje foi uma grande vitória para mim, como para todas as vítimas de violência doméstica. Por favor, continue falando e sigam fortes. Obrigado a todos pelo suporte de anos, por favor ajudem outros em casos semelhantes e acreditem neles”, postou a atriz em seu perfil no Twitter.

A sentença oficial que apontará o tempo total da prisão de War Machine será proferida no dia 5 de junho, em Las Vegas. Mesmo escapando da condenação por tentativa de homicídio, o ex-lutador pode ser até condenado à prisão perpétua e sem direito à condicional.


Tags: ex-namorada ex-lutador atriz crimes justiça agressão chisty mack war machine