MMA

UFC

Anderson Silva se manifesta contra o racismo e posta foto acorrentado

Spider apoia campanha nas redes sociais e condena desigualdade

postado em 03/06/2020 17:40

(Foto: Reprodução/Instagram)
Entre os principais nomes do UFC, como Jon Jones e Israel Adesanya, que aderiram à campanha mundial contra o racismo, Anderson Silva também se posicionou em postagem nas redes sociais. Em uma foto em que aparece acorrentado, o Spider faz uma reflexão e defendeu a igualdade como valor básico para sociedade.
 
Anderson Silva reproduziu texto de Chico Xavier e, ao fim da postagem, pede uma reflexão sobre os atos de violência e o ódio que vêm dominando o mundo. O Spider condena luta pelo poder, destruição e matança, além da ganância. “Isso me intriga, porque é uma pergunta que devemos fazer olhando no espelho...Como pode tanto ódio e tanta ganância por um mundo que não pode ser levado conosco quando formos embora?”, questionou o ex-campeão peso médio do UFC.

Desde a morte de George Floyd, um negro de 46 anos que foi asfixiado por um policial em Minneapolis, no dia 25 de maio, protestos que começaram nos Estados Unidos ganharam o mundo. Várias personalidades do meio político, artístico e esportivo se posicionaram contra o racismo.

Em Albuquerque, no Novo México, o campeão dos meio-pesados do UFC, Jon Jones, saiu às ruas para conter atos de vandalismo e ainda ajudou em mutirão de limpeza urbana. Em Auckland, Nova Zelândia, o nigeriano Israel Adesanya, dono do cinturão dos médios, fez discurso ostensivo para criticar a desigualdade e a injúria racial.

 

Confira o post de Anderson Silva

"Alguns queriam um emprego melhor, outros, apenas um emprego.
Alguns queriam mais uma refeição; outros, apenas uma refeição.
Alguns queriam uma vida mais pacífica, outros, apenas viver.
Alguns queriam pais mais esclarecidos, outros apenas ter pais.
Alguns queriam ter olhos claros, outros apenas ver.
Alguns queriam ter uma voz bonita, outros apenas falar.
Alguns queriam silêncio, outros apenas ouvir.
Alguns queriam sapatos novos, outros apenas ter pés.
Alguns queriam um carro, outros apenas andar.
Alguns queriam supérfluos, outros, apenas o que necessário
Alguns só queriam ser tratados com igualdade e respeito, outros apenas desejam individualidade, ódio e indiferença.
A questão que permanece é que, se diante de Deus somos todos iguais e nada levamos deste mundo material, e se nada vale o poder da riqueza e bens materiais ... Então, por que tanto ódio e tanta luta pelo poder, tanta destruição e matança? Isso me intriga, porque é uma pergunta que devemos fazer olhando no espelho ... Como pode tanto ódio e tanta ganância por um mundo que não pode ser levado conosco quando formos embora?"



Tags: racismo redes sociais desigualdade acorrentado spider postagem instagram anderson silva UFC