Velocidade

FÓRMULA 1

Lewis Hamilton diz que vitória na Rússia é especial: 'Sinto como se fosse a 1ª vez'

Na Rússia, piloto inglês acabou contando com a sorte para voltar a vencer

postado em 29/09/2019 16:46 / atualizado em 29/09/2019 16:53

<i>(Foto: AFP / Dimitar DILKOFF )</i>
A nona vitória na temporada de 2019 da Fórmula 1 e a 82.ª da carreira, conquistada no GP da Rússia neste domingo e que interrompeu uma sequência de três triunfos da Ferrari, foi para o piloto inglês Lewis Hamilton como a primeira de sua já vitoriosa trajetória na maior categoria de automobilismo do mundo.

Após a corrida, o pentacampeão mundial disse que o sabor de ter sido o primeiro em Sochi foi especial e, como de costume, agradeceu ao empenho dos mecânicos da Mercedes. Antes da prova, ainda nos treinos livres, ele havia dito que trabalharia duro até tarde para encontrar uma maneira de progredir.

"Foi um trabalho incrível de todos neste final de semana. Tentar coisas novas, avançar sempre, tentar ser inovador e nunca desistir, isso me deixa incrivelmente inspirado", disse. "Sinto como se fosse a primeira vez, então é por isso que parece especial", emendou.

Na Rússia, onde a Mercedes não era favorita, apesar do histórico vitorioso recente - venceu todas as corridas no traçado russo até hoje - o piloto inglês acabou contando com a sorte para voltar a vencer. Ele foi beneficiado pela entrada do "safety car virtual" após o abandono do alemão Sebastian Vettel para assumir o primeiro posto e não perder mais.

Com a nona vitória na temporada, Hamilton alcançou os 322 pontos e se isolou ainda mais na liderança do Mundial de Pilotos, uma vez que abriu 73 de vantagem para o companheiro de equipe e vice-líder Valtteri Bottas. O inglês pode garantir o título com bastante antecipação, no México, no final de outubro. No entanto, ele prega cautela em seu discurso.

"Sinceramente, eu tento não pensar sobre o campeonato. É uma corrida de cada vez. Vamos continuar trabalhando, está ficando cada vez mais difícil, então vamos com um passo de cada de vez, não queremos cair", ponderou Hamilton.

SATISFEITO - O segundo lugar na Rússia foi comemorado por Bottas O piloto finlandês, que largou na quarta posição, se mostrou satisfeito com seu desempenho e exaltou a dobradinha da Mercedes, feito que não acontecia desde o GP da Inglaterra, em julho.

"Começar em quarto e terminar em segundo é um bom resultado para mim. Mas fazer a dobradinha é um grande resultado para a equipe", disse Bottas. "Acreditamos que possuíamos o ritmo de corrida e mostramos que dava para fazer isso", completou.

Tags: hamiton f1 maisesportes