IDEALIZAÇÃO IDEALIZAÇÃO REALIZAÇÃO REALIZAÇÃO PROMOÇÃO PROMOÇÃO OFERECIMENTO OFERECIMENTO AUDITORIA AUDITORIA

TROFÉU TELÊ SANTANA

Torcedora-símbolo do Cruzeiro, Dona Salomé, que faleceu em 2019, é homenageada com prêmio Fair Play do Troféu Telê Santana

Cruzeirense faleceu dois dias após rebaixamento da Raposa à Série B

postado em 18/02/2020 20:51 / atualizado em 18/02/2020 20:51

(Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A. Press)
Esta não foi uma estatueta computada para o Cruzeiro. Muito pelo contrário. O Troféu Fair Play de 2019 é uma homenagem a Maria Salomé da Silva - a Dona Salomé -, que faleceu aos 86 anos, dois dias depois de o clube celeste ser rebaixado de forma inédita à Série B do Campeonato Brasileiro

Torcedora icônica do Cruzeiro, ela passou mal ainda no Mineirão, durante o jogo que decretou a queda da Raposa para a Segunda Divisão do futebol nacional. Ela foi levada ao hospital, mas não suportou e morreu por problemas cardíacos em 10 de dezembro

Salomé ficou conhecida por seu amor ao Cruzeiro. Ela não perdia nenhum jogo do clube de coração. Sempre muito alegre, representava a rivalidade sadia do futebol, já que era respeitada por todas as torcidas.

Em 2017, Salomé foi personagem de um vídeo do especial Belo Horizonte 120 anos (BH120), do jornal Superesportes. Na ocasião, ela participou de um encontro com torcedoras-símbolo de Atlético e América.

“É a missão de Deus aqui na terra para mim o Cruzeiro. Eu não vou em outros lugares a não ser no Cruzeiro”, afirmou. “Não troco o Cruzeiro por outra coisa. É Cruzeiro na mente e no coração. E dia e noite”, acrescentou.

Depois de sua morte, ela também foi homenageada por torcedores do Cruzeiro, que fizeram um grafite no muro do Clube do Barro Preto, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. O desenho de seu rosto foi eternizado pelo artista Matheus Aminadab, do coletivo “Os do Barro Preto”.

Tags: serieb cruzeiroec interiormg futnacional Salomé