UAI

2

Turco evita discussão sobre arbitragem e diz que Atlético jogou para ganhar

Abel Ferreira, técnico do Palmeiras, disparou contra a arbitragem de Wilton Pereira Sampaio, mas treinador do Galo evitou críticas ao dono do apito

05/06/2022 19:28 / atualizado em 05/06/2022 20:05
compartilhe
Turco Mohamed valorizou ponto conquistado fora de casa contra o Palmeiras
foto: Pedro Souza/Atlético

Turco Mohamed valorizou ponto conquistado fora de casa contra o Palmeiras

Atlético e Palmeiras fizeram um jogo muito equilibrado e com poucas chances de gol. Apesar do empate por 0 a 0 no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro, o técnico Turco Mohamed gostou da atuação do Atlético.



"Dois times que se conhecem muito, partida bem fechada, por detalhes que poderiam fazer a diferença. Acho que fizemos uma boa partida, tivemos um bom momento, mas sabemos que Palmeiras é um adversário difícil, nos respeitou. Sabíamos que iam jogar na transição, creio que foi um jogo muito tático. Foi uma partida muito fechada", disse o treinador do Galo.

Turco fez questão de deixar claro que o Atlético entrou em campo para vencer o Palmeiras. "Nós viemos para ganhar, sempre jogamos para ganhar. Não podemos jogar sem essa possibilidade. Sempre jogamos para ganhar. Neste campo de jogo é mais difícil o controle, o domínio da bola. Nós tentamos ganhar. Quando não se consegue ganhar, é bom não perder", completou.

Sem críticas ao árbitro

Após o empate, o técnico do Palmeiras, Abel Ferreira, revelou que se sente perseguido pelos árbitros brasileiros, especialmente por Wilton Pereira Sampaio, dono do apito nesta tarde.

"Fico danado porque tomei amarelo quando só falei que era falta, e ele veio com aquela arrogância toda. Não falei nada. Tenho o máximo respeito ao Hulk e ele xingou de cima abaixo o fiscal de linha e ele (Wilton) não teve coragem de dar o amarelo. Vai dar página, eu sei, mas me sinto perseguido pelos árbitros brasileiros. Especificamente por esse senhor, que faz o melhor que sabe e pode", disse, completando.

"Estou puto e peço que não falem mais do árbitro, por favor".

Questionado se entendia que a arbitragem merecia críticas, o técnico Turco Mohamed evitou entrar em polêmicas. ""Quem? Quem falou? (o Abel Ferreira). Não sei. Sobre o árbitro não falo, fez um bom trabalho, nada mais. Há cinco árbitros para o jogo, não houve nenhuma jogada polêmica, falar de árbitro não soma nada, somente vou falar o que sei dentro de campo com o jogador, nada mais", disse o comandante alvinegro.

Palmeiras x Atlético: veja fotos da partida pelo Brasileiro



Compartilhe