UAI

2

Ricardo Guimarães revela quem aprovou contratação de Godín no Atlético

Zagueiro uruguaio não teve bom desempenho no Galo e está em vias de rescindir o contrato com o clube; nome foi bem avaliado antes da contratação

18/06/2022 10:34
compartilhe
Godín fez apenas nove jogos com a camisa do Atlético e deve deixar o clube
foto: Pedro Souza/Atlético

Godín fez apenas nove jogos com a camisa do Atlético e deve deixar o clube

A contratação do experiente Diego Godín, de 36 anos, no início da temporada 2022, ainda gera críticas no Atlético. O defensor uruguaio não conseguiu ter bom desempenho com a camisa alvinegra e está próximo de rescindir o contrato para assinar com o Vélez Sarsfield, da Argentina.

Estrangeiros que fizeram gols pelo Atlético




De acordo com o investidor, o nome foi indicado pelo Centro de Informações do Galo (CIGA), que enxergou no uruguaio uma oportunidade de substituir Junior Alonso, vendido em janeiro para o Krasnodar, da Rússia (o paraguaio acabou voltando ao Alvinegro por empréstimo). Ricardo Guimarães, no entanto, deixou claro que a chegada de Godín foi aprovada por todos os dirigentes atleticanos.

"Não só o Godín, como qualquer outro jogador... nem o presidente, nem o vice, nem os 4'Rs dão canetadas. Nós, dirigentes, não damos canetadas. A gente segue as indicações. Todos os jogadores que vieram, incluindo o Godín, foram indicação do CIGA, vieram do futebol, e tiveram a nossa anuência, nossa concordância, com muita alegria. Ter a oportunidade de contratar o Godín... ficamos satisfeitos. Todos nós avaliamos e gostamos. Mas a indicação veio da parte técnica", disse Ricardo em entrevista ao canal do jornalista Breno Galante, no YouTube.

Godín chegou ao Atlético após rescindir com o Cagliari, da Itália. Nos primeiros meses de Galo, foram apenas nove jogos e um gol marcado. O defensor foi extremamente criticado por torcedores por alguns gols sofridos e precisou ser defendido pelo clube alvinegro nas redes sociais.

Nas últimas semanas, Godín deixou claro o desejo de sair do Atlético. O defensor diz que o principal objetivo dele é chegar em forma para a disputa da Copa do Mundo com a Seleção Uruguaia. Como não vem jogando no Galo, deseja uma transferência para um time onde possa ter mais minutos em campo.

O Vélez Sarsfield, da Argentina, apareceu como oportunidade de mercado. Godín deixou claro que tem interesse em ir para o clube argentino. Para isso, precisa chegar a um acordo de rescisão com a diretoria alvinegra, algo que deve acontecer na próxima semana.

Compartilhe