Cruzeiro

Montillo manifesta desejo de jogar no Corinthians e abre caminho para negócio

Craque argentino diz que proposta do Timão garantiria sua independência financeira

postado em 05/01/2012 17:30 / atualizado em 05/01/2012 20:35

Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press

Poucas horas depois de o Corinthians divulgar, em seu site oficial, a desistência da contratação do meia argentino Walter Montillo, o jogador manifestou interesse em jogar no Timão. Por meio de sua assessoria, o craque publicou uma nota dizendo que não pode perder essa oportunidade na carreira, devido aos altos valores oferecidos. Como o Cruzeiro, nessa quarta-feira, revelou que não quer contar com Montillo se o atleta não quiser ficar, as portas para o clube paulista levar o jogador passam a ficar abertas.

Na noite dessa quarta-feira, o Corinthians ofereceu uma proposta de 8 milhões de euros pelo jogador, recusada pelo Cruzeiro. Na reunião, estiveram o diretor adjunto de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, e a cúpula cruzeirense, composta pelo presidente Gilvan de Pinho Tavares, o vice José Maria Fialho e o diretor de futebol, Dimas Fonseca. O empresário de Montillo, Sergio Irigoitia, também compareceu ao encontro.

Leia, na íntegra, a nota emitida pela assessoria de Montillo:

O meia Montillo, do Cruzeiro, resolveu se manifestar hoje (05/01) pela primeira vez sobre as noticias de que poderia deixar o clube. Após o período de férias na Argentina, no qual preferiu se manter longe das especulações de propostas para se transferir, Montillo se reuniu ontem com seu procurador Sergio Irigoitia e foi informado sobre a proposta oficial que recebeu do Corinthians.
Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press


"Quero deixar claro que em momento algum havia manifestado desejo de deixar o Cruzeiro. Preferi me manter longe de especulações e negociações para aproveitar as férias e descansar ao lado da família. Apenas ontem me reuni com meu empresário e fui informado sobre a proposta oficial que recebi do Corinthians e pode garantir minha independência. Sempre fui feliz no Cruzeiro, tenho muito carinho principalmente pela torcida, mas tenho 27 anos e nesse momento tenho que pensar no que é melhor para a minha família. Vi ontem a declaração do presidente dizendo que a decisão caberia a mim e acredito que não posso perder esta oportunidade", disse.

Montillo fez questão de deixar claro que sua intenção não é prejudicar o Cruzeiro, pelo contrário. "Sempre que vesti a camisa do Cruzeiro me dediquei 100% e coloquei o profissionalismo acima de tudo, mesmo nos momentos mais difíceis da minha vida. Não quero prejudicar o clube e considero que o Cruzeiro deve se beneficiar da valorização dos meus direitos económicos. Ainda não tive a oportunidade de falar com o presidente e nem eu ou meu procurador recebemos qualquer contraproposta da parte dele. O que sei é o que leio nos jornais, que são valores fora da realidade do mercado latino americano, que só me fazem acreditar que sua verdadeira intenção é não me negociar", explicou Montillo.