Cruzeiro

COPA DO BRASIL

Mano conta com 'ajuda' de Tabárez para Cruzeiro ter Arrascaeta na finalíssima da Copa do Brasil

A princípio, meia tem chegada ao Brasil prevista para o dia do jogo

postado em 11/10/2018 01:24 / atualizado em 11/10/2018 01:43

AFP / MARTIN BERNETTI
O técnico do Cruzeiro, Mano Menezes,  ainda tem esperança de contar com o meia Arrascaeta na finalíssima da Copa do Brasil, diante do Corinthians, no dia 17, em São Paulo. O jogador foi convocado para defender o Uruguai nos amistosos contra a Coreia do Sul, em Seul, nesta sexta-feira, dia 12, e diante do Japão, em Saitama, na terça, dia 16, véspera da decisão. No entanto, a expectativa do comandante é que a Associação Uruguaia de Futebol (AUF) libere o atleta desse segundo compromisso na Ásia.


Se seguir com a Seleção Uruguaia nos dois amistosos, Arrascaeta só chegará a São Paulo horas antes da decisão, já na quarta-feira. Mas Mano conta com a boa vontade do colega Óscar Tabárez, comandante da Celeste, para ganhar o reforço do meia na Arena Corinthians.

Ao ser indagado sobre a viabilidade de Arrascaeta jogar no dia 16, em Saitama, e no dia 17, em São Paulo, Mano apelou para a numerologia. “16 é o número cabalístico. Porque 16 horas é o horário que ele chega também se ele jogar, se ele ficar com a convocação até o final, e fizer a viagem do Japão para São Paulo. Chegaria às 16h em São Paulo no dia do jogo, de 21h45. Vamos ver. Vamos esperar. Quem sabe o coração de mestre Tabárez dê uma amolecida e ele pense um pouquinho na gente. Quem sabe? Vamos esperar”, disse o treinador.

Na primeira partida da decisão, vencido pelo Cruzeiro por 1 a 0, Arrascaeta foi substituído por Rafinha, que revelou ter jogado no sacrifício. No treino de terça-feira, ele sentiu um incômodo na panturrilha direita e iniciou tratamento intensivo. “Eu senti a panturrilha ontem (terça), no treinamento, fiz um tratamento para poder jogar. Numa final, a gente tem que ir para o sacrifício. agora é descansar para, na quarta-feira, a gente estar 100%”.

A princípio, Rafinha é a primeira opção de Mano para a partida de volta, em São Paulo. Como venceu em Belo Horizonte, o Cruzeiro jogará por um empate para ser hexacampeão da Copa do Brasil. Se perder por um gol de diferença, o título será decidido nos pênaltis.

O Corinthians só conquistará o título no tempo normal se derrotar o Cruzeiro por 2 a 0 no Itaquerão, em São Paulo. 



Tags: copadobrasil cruzeiroec corinthianssp corinthians cruzeiro