Cruzeiro

CRUZEIRO

Mano admite dar chance à base para suprir saídas do Cruzeiro: 'Não é hora de adquirir'

Técnico praticamente descartou reforços para a sequência da temporada

postado em 10/07/2019 16:00 / atualizado em 10/07/2019 17:32

<i>(Foto: Matheus Muratori/Superesportes)</i>
Mano Menezes vai apostar nos jovens promovidos das categorias de base para preencher as lacunas deixadas por atletas negociados pelo Cruzeiro. Em entrevista nesta quarta-feira, véspera do clássico contra o Atlético pelas quartas de final da Copa do Brasil, o treinador afirmou que “não é hora de adquirir” reforços, sobretudo em virtude das dificuldades financeiras vividas pelo clube.

“Penso que não é hora de adquirir, né?! É um consenso geral que não é hora de adquirir. E nós temos confiança nos jogadores que estamos colocando no grupo principal. São jogadores que estão na transição do sub-20 para o grupo principal. Alguns deles ainda vão voltar e jogar no sub-20, porque entendemos que é importante eles jogarem”, explicou Mano, citando, em seguida, os nomes do lateral-direito Weverton, do zagueiro Cacá, do meia Maurício e do atacante Vinícius Popó.

Estamos fazendo isso com Weverton, por exemplo, e por isso continuo improvisando Romero na posição. Entendo que o momento é bastante grande para você arriscar tanto em determinadas situações. Quando achar que está pronto, não precisarei mais fazê-lo (preservar os jovens). Cacá já vem com a gente há mais tempo, é um jogador que fez dois jogos pela equipe principal, já foi colocado em momento de dificuldade. Vamos fazendo esse processo todo. Temos Maurício, temos Popó… é com eles que vamos trabalhar para que o Cruzeiro, logo ali na frente, tenha jogadores formados em sua casa, que possam dar rendimento em jogos importantes e, no futuro, receitas para o clube”, acrescentou o treinador.

Recentemente, o Cruzeiro vendeu o zagueiro Murilo ao Lokomotiv Moscou-RUS, por R$ 11 milhões, e o atacante Raniel ao São Paulo, por R$ 13 milhões. O elenco ainda perdeu o volante Lucas Silva, que não teve o contrato de empréstimo renovado junto ao Real Madrid. Antes, já haviam deixado a Toca da Raposa 2 o meia Rafinha, liberado para assinar com o Coritiba, e o atacante Renato Kayzer, emprestado à Ponte Preta e, posteriormente, à Chapecoense.

Nesta quinta-feira, às 20h, o Cruzeiro enfrentará o Atlético, no Mineirão, pela partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil. O jogo de volta está marcado para quarta, dia 17, às 19h15, no Independência. Nas semanas seguintes, dias 23 e 30 (duas terças-feiras), a Raposa pegará o River Plate, pelas oitavas de final da Copa Libertadores. Em meio aos mata-matas, haverá compromissos pelo Campeonato Brasileiro, contra Botafogo (14), Bahia (20) e Athletico-PR (27).

Apesar de ter ressaltado a intenção de observar melhor a base, Mano colocará, num primeiro momento, o que tem de melhor na Série A, na qual o Cruzeiro está na zona de rebaixamento, em 18º lugar, com oito pontos em nove rodadas.

“Não pensei ainda. Vamos fazer o jogo de quinta primeiro. Depois temos um jogo diante do Botafogo. Todos os jogadores estão vindo de um recesso. E para a gente ganhar ritmo de competição, é mais importante que tudo agora. Não temos jogadores desgastados. Temos jogadores que precisam ganhar ritmo é jogando. Nesses primeiros momentos vamos utilizar aquilo que a gente acha que tem de melhor. Depois, lá na frente, podemos pensar um pouco diferente”.

Libertadores


Todos os jogadores que saíram do Cruzeiro estavam inscritos na Copa Libertadores. Portanto, há cinco vagas na lista. Uma será de Pedro Rocha, que chegou ao clube por empréstimo do Spartak Moscou em abril, quando a fase de grupos do torneio já estava em andamento. As outras quatro poderão ser ocupadas pelos recém-promovidos. Os candidatos são Weverton, Edu (zagueiro), Adriano (volante) e Maurício. Vale ressaltar que Rafael Santos (lateral-esquerdo), Cacá, Éderson (volante) e Vinícius Popó já estão relacionados para a competição continental.

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) permite justamente cinco mudanças nas oitavas de final. O documento precisa ser enviado pelos clubes à entidade até 72 horas antes da partida de ida. Nas quartas de final e nas semifinais são duas alterações. Na decisão, disputada em jogo único, a Conmebol possibilita apenas a substituição de um goleiro lesionado mediante comprovação da gravidade do problema.

Primeiro colocado do Grupo B da Libertadores, com 15 pontos (cinco vitórias e um empate), o Cruzeiro enfrentará o River Plate-ARG nas oitavas de final. O jogo de ida acontecerá na terça-feira, 23 de julho, às 19h15, no Monumental de Núñez, em Buenos Aires. A partida de volta ocorrerá na semana seguinte (30), também às 19h15, no Mineirão. Quem se classificar pegará Cerro Porteño-PAR ou San Lorenzo-ARG.

Lista de inscritos do Cruzeiro na Copa Libertadores*


1- Fábio
2- Edilson
3- Leo
4-
5- Ariel Cabral
6- Egídio
7-
8- Henrique
9- Fred
10- Thiago Neves
11- David
12- Rafael
13- Rafael Santos
14- Cacá
15- Éderson
16- 
17- 
18- Dodô
19- Robinho
20- Marquinhos Gabriel
21- Sassá
22- 
23- Rodriguinho
24- Vitor Eudes
25- Fabrício Bruno
26- Dedé
27- Jadson
28- Orejuela
29- Lucas Romero
30- Vinícius Popó

*Cinco vagas estão abertas após as saídas de Murilo (4), Rafinha (7), Lucas Silva (16), Raniel (17) e Renato Kayzer (22)

Tags: Mano Menezes futnacional interiormg seriea libertadores2019 copadobrasil cruzeiro