Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro divulga novo organograma funcional e extingue cargo de diretor-geral

Sérgio Nonato terá outra atribuição na diretoria do clube celeste

postado em 02/08/2019 19:13 / atualizado em 02/08/2019 21:32

<i>(Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)</i>
O Cruzeiro divulgou nesta sexta-feira novo organograma funcional de sua administração. Conforme nota no site oficial, “a partir de agora será implantada a política de cargos e salários que terá como objetivo principal reconhecer a capacitação profissional de seus colaboradores”.

Na nova estrutura de gestão foi extinto o cargo de diretor-geral, até então ocupado por Sérgio Nonato. Ele seguirá no Cruzeiro, porém em outra função, possivelmente como assessor da presidência. O clube também criou o cargo de secretário-geral, cujo titular não foi anunciado.

No escalão abaixo de Wagner Pires de Sá, Hermínio Francisco Lemos acumula as atribuições de 1º vice-presidente (eleito) e vice-presidente administrativo (nomeado). No organograma ainda existe o posto de assessor da vice-presidência, que está vago. O 2º vice-presidente é Ronaldo Granata.

Afastado do Cruzeiro por decisão judicial, Itair Machado retomará as incumbências de vice-presidente de futebol caso consiga reviravolta nos tribunais. Ele estará abaixo do presidente Wagner Pires e acima do diretor de futebol, Marcelo Djian, e do diretor de futebol de base, Amarildo Ribeiro.

Outros departamentos serão diretamente ligados à vice-presidência, e os responsáveis terão as nomenclaturas de diretores administrativo, financeiro, jurídico, patrimônio e obras, comunicação, comercial e marketing e tecnologia da informação (T.I).

O responsável pela comunicação é Valdir Barbosa, enquanto Renê Salviano passará a responder pela pasta “comercial e marketing”. Flávio Pena e Fabiano de Oliveira Costa ocupam, respectivamente, os cargos de diretor financeiro e diretor jurídico.

O objetivo do Cruzeiro é enxugar os gastos com remuneração da administração de Wagner Pires de Sá. Relatório da Comissão de Sindicância compartilhado no último dia 31 apontou aumento de R$ 90 milhões entre dezembro de 2017 e abril de 2019 (clique aqui para ler a matéria completa). 

Comitê de Ética


Também nesta sexta-feira, tomaram posse na sede administrativa do Cruzeiro os integrantes do Comitê de Ética Compilance, que tem objetivo de acompanhar se a agremiação age de acordo com instruções normativas e leis internas e externas.

O órgão é composto por três integrantes: Luiz Gustavo Sader Mesquita, escolhido pelos colaboradores do clube; Leonardo Alves dos Santos, indicação do presidente do Conselho Deliberativo Zezé Perrella; e Eliezer de Souza Matos, respaldado pelo Wagner Pires de Sá. Os respectivos suplentes são Lucas Silva de Paula Faria, Ângelo Augusto Viana e Eduardo Alberto Pinto.

O Comitê de Ética Compilance se reunirá ao menos uma vez por mês, podendo ocorrer encontros extraordinários. De acordo com o Cruzeiro, nenhum componente será remunerado.

<i>(Foto: Divulgação/Cruzeiro)</i>

Tags: Sérgio Nonato cruzeiro copadobrasil organograma diretoria seriea interiormg futnacional