Cruzeiro

CRUZEIRO

Edílson, do Cruzeiro, sai em defesa dos jogadores do Figueirense que perderam por WO

Atletas do Figueira se recusaram a jogar porque estão com salários atrasados

postado em 22/08/2019 14:16 / atualizado em 22/08/2019 14:54


Edílson, do Cruzeiro, saiu em defesa dos jogadores do Figueirense que não entraram em campo na partida contra o Cuiabá, nessa terça-feira, na Arena Pantanal, pela 17ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Como os atletas do Figueira se recusaram a jogar, o Cuiabá venceu o jogo por WO. Jogadores e funcionários do clube estão sem receber os vencimentos há meses. "Me sinto no dever de me solidarizar com os atletas do Figueirense", disse Edílson.

"Suas reivindicações são justas e cabíveis em qualquer segmento no mercado de trabalho. Devemos honrar a camisa que vestimos e respeitar o clube, torcida. Sempre. Mas é necessário também que os jogadores sejam tratados com profissionalismo e decência", frisou Edílson.

Embora a situação seja diferente do Figueirense, o Cruzeiro também enfrenta dificuldade de pagar em dia os salários dos jogadores. A última folha foi quitada com parte do valor da venda do volante Lucas Romero, negociado com o Independiente, da Argentina.

Post de Edílson no Instagram


"Pela experiência que tenho no futebol e por tudo que já passei e vi companheiros de profissão presenciarem, me sinto no dever de me solidarizar com os atletas do Figueirense.

Suas reivindicações são justas e cabíveis em qualquer segmento no mercado de trabalho. Devemos honrar a camisa que vestimos e respeitar o clube, torcida. Sempre. Mas é necessário também que os jogadores sejam tratados com profissionalismo e decência.

Se eles chegaram ao ponto de não entrar em campo, certamente estão passando por uma situação extrema. Não só eles, como os funcionários. Infelizmente isso não é exclusividade do Figueirense, mas algo comum no futebol brasileiro.
 
Já passou da hora dos dirigentes serem responsáveis e também eles respeitarem a camisa dos clubes e, principalmente, seus torcedores.

Espero que o exemplo dos jogadores do Figueirense possa fazer todo o mundo do futebol refletir sobre o assunto. Está em jogo também a imagem do futebol brasileiro
”.

Tags: edílson cruzeiroec figueirensesc folha pagamento vencimentos