Cruzeiro

CAMPEONATO BRASILEIRO

Com um a menos, Cruzeiro segura Athletico-PR em Curitiba e ganha duas posições na Série A

Sassá foi expulso logo no início do segundo tempo do jogo na Arena da Baixada

postado em 06/11/2019 23:23 / atualizado em 07/11/2019 02:11

<i>(Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo)</i>
Mesmo com um a menos desde os 14’ do segundo tempo, quando Sassá foi expulso, o Cruzeiro conseguiu segurar o Athletico-PR dentro da Arena da Baixada e conquistar um empate na 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Fábio, em noite inspirada, foi o grande responsável pelo 0 a 0 em Curitiba.

Com o empate, o Cruzeiro ultrapassou Ceará e Botafogo e chegou à 14ª colocação da tabela. Nesta quinta-feira, o clube celeste torce contra seus adversários diretos, que poderão recuperar seus lugares na classificação caso não sejam derrotados por Internacional e Flamengo, respectivamente. 

Caso Ceará e Botafogo empatem seus compromissos, e o Fluminense também garanta um triunfo sobre o São Paulo, em jogo também nesta quinta-feira, o time celeste voltará para a zona de rebaixamento

Na próxima rodada, o Cruzeiro tem pela frente nada menos do que o clássico contra o arquirrival Atlético. A partida, válida pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, está marcada para as 16h de domingo, no Mineirão. Os bilhetes para o duelo já podem ser adquiridos pelo torcedor celeste. O Furacão, por sua vez, mede forças com o São Paulo, no Morumbi. 

O jogo

Embora tenha acumulado até 85% de posse de bola em dado momento do primeiro tempo, o Cruzeiro não conseguiu criar chances claras. O time de Abel Braga chegou a amassar o Athletico-PR, especialmente nos dez minutos iniciais, mas teve dificuldades para completar o último passe. Por outro lado, viu os donos da casa chegarem com muito mais perigo ao gol de Fábio, principal destaque da partida.

Aos 11’, o Furacão chegou pela primeira vez. Madson deixou a marcação de David, ganhou pelo alto, e Fábio fez a primeira grande defesa. No minuto seguinte, o camisa 1 voltou a salvar em tentativa de Nikão. Aos 30’, aos 42’ e aos 43’, o goleiro do Cruzeiro também evitou gols de Bruno Guimarães, Rony e Marco Ruben, respectivamente. 

Da mesma forma que o primeiro tempo, o Cruzeiro iniciou a segunda etapa desequilibrando o jogo. O time celeste marcou em linha alta, chegou a assustar o goleiro Santos em duas oportunidades e viu Sassá crescer na partida. O atacante se mostrou participativo, conseguiu segurar a bola no campo ofensivo e chegou a marcar, aos 13’. No início da jogada, porém, ele dominou a bola com o braço. O árbitro Luiz Flavio de Oliveira não só anulou o tento, como aplicou o segundo amarelo e expulsou o goleador. 

Naturalmente, o Athletico passou a dominar a posse de bola e aumentou o volume de jogo. Com um jogador a mais, o técnico Eduardo Barros ainda trocou um volante (Wellington) pelo meia-atacante Marcelo Cirino, justamente para aproveitar o espaço deixado pelo Cruzeiro. Apesar disso, o time celeste mostrou solidez defensiva para segurar o ímpeto do Furacão. Aos 42’, Ezequiel, que havia substituído, acertou a trave em finalização pela esquerda.

Apesar das tentativas, o jogo acabou sem gols. O Cruzeiro garantiu mais um empate - o 13º no Brasileiro -, chegou ao nono jogo sem derrotas e ganhou duas posições na classificação da Série A, ultrapassando, pelo menos momentaneamente, Ceará e Botafogo.



ATHLETICO-PR 0X0 CRUZEIRO

Athletico-PR
Santos; Madson, Thiago Heleno, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington (Marcelo Cirino), Bruno Guimarães (Camacho) e Léo Cittadini (Bruno Nazário); Nikão, Rony e Marco Ruben. Técnico: Eduardo Barros

Cruzeiro
Fábio; Edilson, Cacá, Fabrício Bruno e Egídio (Dodô); Henrique e Éderson; Marquinhos Gabriel, Robinho (Ariel Cabral) e David (Ezequiel); Sassá. Técnico: Abel Braga

Cartões amarelos: Leo Pereira, Wellington e Marco Ruben (Athletico-PR); Sassá (2x) (Cruzeiro)
Cartão vermelho: Sassá (Cruzeiro)

Motivo: 31ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data e horário: 6 de novembro de 2019 (quarta-feira), às 21h30
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (FIFA/SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
VAR: Jose Claudio Rocha Filho (SP)

Tags: Cruzeiro interiormg seriea futnacional