Cruzeiro

CRUZEIRO

STJD rejeita pedido do Cruzeiro e confirma partida contra o Palmeiras com duas torcidas

Órgão sugeriu que o jogo fosse realizado com portões fechados

postado em 06/12/2019 18:22 / atualizado em 06/12/2019 18:40

(Foto: Divulgação/Mineirão)

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) negou, nesta sexta-feira, solicitação do Cruzeiro de realizar o jogo contra o Palmeiras, no domingo, às 16h, no Mineirão, com torcida única.

Segundo o STJD, o Cruzeiro "deverá adotar medidas preventivas concretas, aumentando o efetivo de segurança particular e/ou solicitando reforço no contingente da força policial".

Caso o esquema não consiga garantir a segurança dos envolvidos, o STJD sugere "a partida sem a presença de nenhum público (com portões fechados), cumprindo com tal medida a determinação que a legislação de regência impõe ao clube mandante".

A diretoria do clube estrelado fez o pedido porque teme que o duelo possa acabar em pancadaria em razão dos possíveis ânimos exaltados das duas torcidas. O pedido do Cruzeiro levou em consideração também o histórico de brigas entre as organizadas das equipes.

Tanto o Ministério Público quanto a Polícia Militar de Minas Gerais queriam que a partida fosse disputada apenas com torcedores do Cruzeiro.

Os ingressos já estão à venda para o jogo. Mais de 20 mil cruzeirenses garantiram a presença na partida decisiva.

Na última rodada do Brasileiro, o Cruzeiro precisa vencer o Palmeiras e torcer para o Botafogo bater o Ceará, no Engenhão, para não ser rebaixado à Série B.

Tags: torcida stjd cruzeiroec seriea