Cruzeiro

CRUZEIRO

Adilson explica opção por Thiago no Cruzeiro e ausência de Popó do banco de reservas

Aposta do treinador deu certo, já que jovem de 18 anos marcou o primeiro gol da vitória sobre o Boa, nesta quarta, no Mineirão

postado em 23/01/2020 00:35 / atualizado em 23/01/2020 09:45

(Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
A principal surpresa na escalação do Cruzeiro foi o jovem Thiago, de 18 anos, que marcou o primeiro gol da vitória sobre o Boa, por 2 a 0, no Mineirão, pela primeira rodada do Campeonato Mineiro. O técnico Adilson Batista escolheu o centroavante de 1,88m de última hora, já que havia testado Vinícius Popó e Judivan em atividades anteriores na Toca da Raposa II.

Depois da partida, o treinador explicou as razões para colocar Thiago e deixar Popó fora até mesmo do banco de reservas.

“Estava trabalhando com Popó e Judivan. Entrei com Popó no jogo contra o Guarani, depois coloquei o Judivan. O Thiago entrou no segundo tempo contra o próprio Guarani. Eu tenho que enxergar rápido, agir rápido e fazer aquilo que eu entendia melhor para o momento”, afirmou.

“Tinha algumas preocupações físicas e emocionais durante o jogo. Física, o Rodriguinho, que vinha de lesão. E emocional, sete meninos. Então, se eu coloco o Popó ou o Judivan não saberia se suportaria o jogo. Tenho que pensar isso no momento”, acrescentou o treinador.

O porte físico de Thiago também interferiu na decisão de Adilson. “É um jogador de área, mais forte, que combate melhor, recompõe melhor, usa o corpo melhor. Futebol está pedindo isso. Eu também quero intensidade, quero entrega, quero recomposição. Foi nesse sentido”.

Conforme Adilson, Vinícius Popó será utilizado no momento em que a comissão técnica considerar adequado. “Nada contra o menino (Vinícius Popó), é um menino talentoso, que, em momento oportuno, terá sua oportunidade”.

Thiago balançou a rede na estreia pelo time principal do Cruzeiro em finalização de cabeça, após cruzamento de Maurício, aos 18 minutos de jogo. Pouco depois, ele sentiu dores na coxa esquerda e deu lugar a Judivan, que participou do segundo gol ao dar assistência para Welinton, aos 41 minutos da etapa final.

Apesar do susto, Thiago garantiu que a contusão “não foi nada” e deu a entender que estará à disposição do Cruzeiro no duelo contra o Tombense, sábado, às 19h30, no Estádio Antônio Guimarães de Almeida, em Tombos.

Tags: Cruzeiro Thiago interiormg futnacional Adilson Batista Judivan Vinícius Popó