Cruzeiro

CRUZEIRO

Robinho garante que recusou ofertas para deixar o Cruzeiro e revela cobranças do filho após rebaixamento: 'Ficou sem falar comigo'

Meia diz que se sentiu na obrigação de permanecer para ajudar no acesso

postado em 07/04/2020 17:39 / atualizado em 07/04/2020 17:53

(Foto: Reprodução/Instagram)

Um dos jogadores experientes que optaram por seguir no Cruzeiro, o meia Robinho relembrou os momentos turbulentos vividos por ele e pelo clube em 2019. Em transmissão feita pelo canal oficial da Raposa no Youtube, o jogador respondeu questionamentos de sócios-torcedores e de dois jornalistas convidados, Gleyson Lage e Gustavo Nolasco.

Em uma das respostas, Robinho garantiu que recusou oferta de clubes da Série A, que segundo ele brigarão pelo título em 2020, para seguir no Cruzeiro. Robinho afirmou que se sente responsável pelo rebaixamento e que tem a obrigação de ajudar a Raposa a buscar o acesso nesta temporada. 

Eu tive propostas de times que brigarão pelo título da Série A neste ano e decidi não ir, porque acho que fui um dos responsáveis pelo rebaixamento. Me senti na obrigação de fazer o time voltar. Por isso eu aceitei ficar. Eu gosto daqui (de Belo Horizonte), meu filho é extremamente cruzeirense. Isso para quem acha que eu não fui porque estava machucado… Não é. Eu não fui porque não quis. Quis ficar para poder ajudar”, disse.

Em outro momento da entrevista, o meio-campista relatou uma história curiosa vivida no fim do ano passado. Robinho disse que seu filho, o pequeno Cauã Gabriel, de 9 anos, torcedor do Cruzeiro, o ignorou após o rebaixamento do clube celeste. 

“Ele vai a todos os jogos. Não vai perder nenhum jogo. Até porque ele foi um dos que mais me cobrou por tudo que aconteceu. Ficou alguns dias sem falar comigo porque ele não aceitava o Cruzeiro na Segunda Divisão. Era uma coisa inacreditável para ele. Ele não aceitava de maneira nenhuma, ficou muito chateado, não conversava comigo. Eu expliquei para ele, e ele disse que estará junto em todos os jogos para ajudar o Cruzeiro a subir”, contou. 

Robinho participou de 53 jogos pelo Cruzeiro em 2019. Na penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, derrota por 2 a 1 para o Grêmio, em Porto Alegre, o meio-campista sofreu grave lesão no joelho e ficou fora do jogo final da equipe na Série A - derrota por 2 a 0 para o Palmeiras, que selou o rebaixamento à Série B. Ele passou por cirurgia e retornou aos gramados já nesta temporada, na derrota por 2 a 0 para o CRB, pela Copa do Brasil. O camisa 19 atuou por 45 minutos.

Tags: Cruzeiro serieb futnacional seriea mercadobola