Cruzeiro

CRUZEIRO

Dirigente do Cruzeiro elogia CBF por se posicionar e aguarda órgãos de saúde para voltar ao futebol de 'forma responsável'

Entidade sinalizou que liberará os clubes a retornarem aos trabalhos a partir de 1º de maio, quando se encerram as férias coletivas das principais equipes do país

postado em 30/04/2020 09:08

(Foto: Juarez Rodrigues/EM D.A Press)

A decisão da CBF de se posicionar sobre a volta do futebol brasileiro foi elogiada por Carlos Ferreira Rocha, interlocutor do Núcleo Dirigente Transitório com o departamento de futebol do Cruzeiro. Para o dirigente, a ação da entidade máxima do futebol brasileiro foi louvável, pois os clubes do país estavam incertos sobre datas.

“Muitos criticam a CBF por sugerir a volta aos treinos no dia 02/05 e retorno dos estaduais no dia 17/05. Entendo que alguém precisava se posicionar, inadmissível vivermos no campo das incertezas. Ainda acho que seja prematuro definir datas, mas acho louvável a sugestão da CBF”, publicou no Twitter.

Carlos Ferreira Rocha afirmou que agora aguarda um posicionamento dos órgãos de saúde para saber quando o Cruzeiro poderá voltar aos trabalhos. Ele afirma que o clube já está pronto para o retorno das atividades.

“Agora com a palavra final os órgãos de saúde, o poder público estadual e municipal. O Cruzeiro já desenvolveu o seu protocolo em consonância com as determinações dos órgãos de saúde. Estamos prontos para reiniciarmos os trabalhos de forma segura e responsável”, completou.


A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sinalizou que liberará os clubes a retornarem aos trabalhos a partir de 1º de maio, quando se encerram as férias coletivas das principais equipes do país. Em breve, a entidade também divulgará um protocolo para reinício dos campeonatos em meio à pandemia de coronavírus (COVID-19). Inicialmente, os times receberam a informação de que os estaduais voltarão a ser disputados a partir de 17 de maio, com portões fechados. No entanto, isso só acontecerá se não existirem proibição de autoridades locais.

O departamento médico do Cruzeiro produziu um documento com protocolos a serem seguidos. Estão previstos questionários aos atletas, medição de temperatura no portão do CT, treinos com distância mínima entre os jogadores, além de outros pontos. O documento foi redigido pelos ortopedistas e cardiologista do clube e segue padrões de equipes da Europa.

Na próxima semana, portanto, o técnico Enderson Moreira terá a primeira oportunidade de encontrar seus comandados. Ele substitui Adilson Batista, que teve desempenho ruim no primeiro trimestre de 2020 - 12 jogos, quatro vitórias, quatro empates e quatro derrotas. Caberá ao novo treinador a missão de conduzir a Raposa na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro.

Tags: cruzeiro cbf interiormg