Cruzeiro

CRUZEIRO

PROFUT, investigação interna, sócio reconstrução e receitas futuras: em último dia útil de administração, Conselho Gestor do Cruzeiro faz balanço

Grupo deixa o clube na próxima segunda-feira, quando Sérgio Rodrigues assume

postado em 29/05/2020 17:39

(Foto: Cruzeiro/Divulgação)
Na administração do Cruzeiro desde dezembro de 2019, quando o ex-presidente Wagner Pires de Sá renunciou ao mandato, o Conselho Gestor fez um balanço do trabalho nesta sexta-feira, último dia útil do grupo à frente do clube. Presidente interino, José Dalai Rocha também deixará o cargo. Na próxima segunda-feira (1º de junho), Sérgio Santos Rodrigues assume o posto para o qual foi eleito até 31 de dezembro.

“Chegamos em um momento muito difícil, que parecia quase impossível reerguer o Cruzeiro, depois veio o coronavírus, que atingiu todo o mundo. Mas foi um período muito gratificante, no qual fizemos tudo para ajudar o nosso gigante. Agora voltamos para as arquibancadas e desejamos ao novo presidente Sérgio Santos Rodrigues todo o sucesso na reconstrução e condução do nosso grande Cruzeiro”, disse o presidente do grupo, Saulo Fróes.

Entre os itens do balanço divulgado no site oficial do Cruzeiro, estão a redução da folha de pagamento - futebol e administrativo -, retorno ao Profut, a contratação de uma investigação corporativa, a criação do 'sócio reconstrução', além de processos em andamento para gerar receitas futuras ao clube. Algumas, inclusive, possivelmente já no próximo mês (veja detalhes na lista abaixo). 

Além de Saulo Fróes, o Conselho Gestor foi formado por Emílio Brandi, Gustavo Gatti, Alexandre Faria, Carlos Ferreira, Anísio Ciscoto e Jarbas Reis. O CEO Sandro Gonzalez - que seguirá no clube - e o superintendente jurídico, Kris Brettas, também participaram da gestão do clube nos últimos meses como colaboradores. 

Veja, na íntegra, o balanço divulgado:

Clube


• Redução de 81% da folha salarial geral (de 16 para 3 milhões/mês), economia anual de R$ 156 milhões;

• Finalização da proposta do Novo Estatuto, já encaminhada a todos os Conselheiros para discussão;

• Início da renegociação com os clubes que geraram processos na FIFA;

• Retorno do Cruzeiro ao PROFUT;

• Redução da punição da CBF quanto ao mando de campo;

• Mudança na Comissão Técnica de Futebol;

• Mudança da Diretoria de Futebol Profissional e da Base;

• Renegociações de contratos com atletas e Comissão Técnica do Futebol Profissional;

• Análise de todos os contratos de aquisição de jogadores e negociação com agentes;

• Intenção na retomada e busca de parceiros para volta do atletismo;

• Novo relacionamento e valorização as equipe de vôlei Sada Cruzeiro;

Administrativo


• Economia de mais de R$ 25 milhões/ano, com a revisão de todo o quadro de colaboradores, sendo desligados 110 funcionários e prestadores de serviço;

• Renegociação com credores e fornecedores;

• Desativação de dois andares da Sede Administrativa, para diminuição de gastos com energia e manutenção;

• Cancelamento de cartão corporativo para uso do presidente e diretores;

• Colocação à venda de veículos que eram usados pela presidência e diretoria;

• Suspensão de linhas telefônicas de uso da diretoria.

Transparência


• Entrega do relatório da Kroll, com investigação corporativa;

• Lançamento do Portal de Transparência;

• Apresentação de auditoria contábil feita pela Moore

• Acompanhamento das investigações com as polícias e Ministério Público;

• Distrato dos conselheiros remunerados;

• Exclusão dos conselheiros remunerados em 2018 e 2019 pela Comissão de Ética e Disciplina.

Inovação


• Criação do Comitê de Inovação e Tecnologia, coordenado pela Samba Consulting (Grupo Samba Tech);

• Reestruturação da área de TI, que foi terceirizada pela administração anterior.

Marketing/Comercial


• Lançamento do Sócio Reconstrução e reformulação de todo o programa Sócio Cinco Estrelas, totalizando hoje 58.000 sócios ativos em fevereiro;

• Revisão da política de distribuição de ingressos e cortesias;

• Entrada de novos parceiros e patrocinadores;

• Remodelação completa do programa sócio-torcedor com a criação de categorias de sócio cativo;

• Revisão e melhoria de contratos de patrocínios;

• Realinhamento do contrato com a Adidas;

• Criação do setor de Relacionamento com o Torcedor.

Institucional


• Novo relacionamento com entidades como CBF, FIFA e FMF;

• Retomada da credibilidade do clube em várias áreas;

Clubes sociais


• Criação de novas atividades de recreação;

• Adequação da estrutura de pessoal;

• Adequação dos horários de funcionamento;

• Retirada de privilégios de alguns Conselheiros;

• Reestruturação das escolinhas do Cruzeiro, otimizando professores, horários e objetivos

Ações em andamento


• Renegociação com a Minas Arena com a redução do valor do contrato;

• Estudo do melhor modelo contábil para recuperação e quitação das dívidas;

• Estudo do melhor aproveitamento dos imóveis para redução de custos e gerar rentabilidade;

• Pedido de liberação dos valores bloqueados de R$ 6,5 milhões da venda do atleta Arrascaeta;

• Recebimento da AMBEV de R$ 2,1 milhões a partir de 01/06 para pagamento de salários;

• Novo contrato de patrocínio no valor de R$ 3 milhões;

• Negociação de empréstimo com instituições no valor de R$ 50 milhões.

Tags: Cruzeiro serieb interiormg futnacional