Cruzeiro

CRUZEIRO

Presidente do Cruzeiro volta a falar de Romero e explica: 'Tem que ser dentro da nossa realidade'

Sérgio Santos Rodrigues voltou a elogiar o jogador e reafirmou que vai tentar viabilizar a contratação, mas sem extrapolar as finanças do clube

postado em 13/06/2020 11:45 / atualizado em 13/06/2020 14:32

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)
Enquanto a diretoria do Cruzeiro aguarda definições da Federação Mineira de Futebol (FMF) e da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sobre o retorno do futebol para sacramentar negociações em curso, uma transferência em particular anima a torcida de maneira especial. Nessa sexta-feira, o presidente Sérgio Santos Rodrigues foi questionado, mais uma vez, sobre a possível volta do volante Lucas Romero à Toca da Raposa II.

Desde a chegada do técnico Enderson Moreira, apenas o meia Régis foi anunciado. Nesse ‘meio-tempo’, ainda segundo o mandatário cruzeirense, a diretoria tem estudado reforços e mantém algumas negociações engatilhadas. Dessa vez, o dirigente aproveitou o questionamento sobre Romero para retificar a fala de que o clube faria o "possível e o impossível" para ter de volta o meio-campista argentino

Sérgio elogiou o jogador e reafirmou que vai tentar viabilizar a contratação, mas sem extrapolar as limitações financeiras atuais. "O Lucas, eu já falei sobre isso. Em 2016 eu fui superintendente de futebol e me chamava muita atenção essa garra do Romero. É o perfil do jogador que qualquer clube gostaria. Esforço para trazê-lo nós vamos trazer, mas tem que ser dentro da nossa realidade", avaliou o presidente em entrevista à Rádio Super.

O Cruzeiro se encontra em caos financeiro, provocado principalmente pela administração do ex-presidente Wagner Pires de Sá, que elevou a dívida total da instituição para mais de R$ 800 milhões. Recentemente, a diretoria dispensou o lateral-direito Edilson e o meia Robinho alegando não ter como arcar com suas remunerações. Em um eventual regresso ao clube, Romero teria de aceitar reduzir os vencimentos em mais de 50%. Especula-se que ele receba US$ 60 mil mensais (quase R$ 300 mil) na Argentina.

Romero foi contratado pelo Independiente em julho de 2019. Entre pagamentos a Vélez Sarsfield e Cruzeiro, os argentinos investiram US$ 5 milhões - R$ 19,8 milhões na cotação da época - e firmaram vínculo de quatro temporadas com o meio-campista. A avaliação interna é que o atleta de 26 anos ainda não correspondeu às expectativas. Contando Copa Sul-Americana, Campeonato Argentino, Copa da Superliga e Copa Argentina, ele disputou 23 jogos, sem balançar a rede.

Contratado pelo Cruzeiro ao Vélez em fevereiro de 2016, Romero participou de 152 jogos, marcou três gols e ganhou quatro títulos - duas Copas do Brasil (2017 e 2018) e dois estaduais (2018 e 2019). Versátil, ele atua tanto no meio-campo quanto na lateral direita. Sua volta, portanto, daria alternativa em duas posições ao técnico Enderson Moreira na Série B do Brasileiro. Além disso, o ex-camisa 29 sempre demonstrou carinho ao clube e apreço pelos torcedores, prometendo um dia retornar à Toca II.

Tags: cruzeiro argentina presidente contratação independiente futinternacional futnacional mercadobola lucas romero sérgio santos rodrigues