Cruzeiro

CRUZEIRO

Enderson justifica ausências de Giovanni e Jean no Cruzeiro e projeta estreia de Arthur Caike contra a Chapecoense

Técnico comentou mudanças na escalação diante do Figueirense e falou sobre possível utilização de reforço contra a Chapecoense: 'Passa a ser uma opção'

postado em 16/08/2020 18:35 / atualizado em 17/08/2020 00:53

(Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
O Cruzeiro não contou com o lateral-esquerdo Giovanni e o volante Jean na vitória por 1 a 0 sobre o Figueirense, neste domingo, no estádio Orlando Scarpelli, pela terceira rodada da Série B. Segundo o técnico Enderson Moreira, os dois jogadores ficaram fora da partida em Florianópolis devido a problemas clínicos.



“Os jogadores que não vieram não foram poupados. São jogadores que apresentaram problemas clínicos, de ordem médica. Eles foram, na verdade, vetados para este jogo. A gente não fica lamentando quem está fora, e sim quem está à disposição. É buscar soluções para esses problemas”, disse, em entrevista coletiva.

Para o lugar de Giovanni, Enderson utilizou Patrick Brey. Na vaga deixada por Jean, ele modificou o esquema: manteve os volantes Ariel Cabral e Jadsom, e escalou Stênio aberto pela ponta direita. 

A equipe como um todo teve dificuldades de criação, mas garantiu a vitória com gol de Maurício, aos 45min do primeiro tempo, em bela finalização da meia-lua. Na origem da jogada, houve disputa acirrada pela bola na grande área entre três atletas do Cruzeiro e cinco do Figueirense.

A vitória em Santa Catarina fez a Raposa saltar do 19º para o nono lugar, com três pontos. Vale lembrar que o time iniciou a Série B com seis pontos negativos devido a uma punição na Fifa pela dívida de 850 mil euros (R$ 5,4 milhões) com o Al Wahda, dos Emirados Árabes Unidos, pela contratação por empréstimo do volante Denílson, em julho de 2016.

Arthur Caike


Para a quarta rodada da Série B, contra a Chapecoense, às 21h da próxima quinta-feira (20), no Mineirão, Enderson Moreira pretende utilizar o recém-contratado Arthur Caike no decorrer do segundo tempo. O aproveitamento dependerá da evolução do atacante de 28 anos nos treinamentos de segunda, terça e quarta na Toca.

“O Arthur Caike é um jogador que chegou recentemente. Temos três treinamentos para observar como será o desenvolvimento dele e se ele teria condição de participar de uma parte do jogo. Para início, com certeza não. Mas como opção, podemos trabalhar e verificar isso”, disse o treinador.

Caso Arthur não evolua de maneira eficaz, a estreia dele pelo Cruzeiro será adiada. “Não temos pressa alguma. Queremos contar com o atleta, mas não podemos colocar se não estiver preparado dentro daquele planejamento. Mas, para quinta-feira, passa a ser uma opção. Vamos ver a resposta dele. Se forem respostas boas, pode ser uma opção. Caso contrário, a gente guarda até que ele alcance uma situação melhor”, concluiu Enderson.

Arthur Caike assinou contrato com o Cruzeiro até 31 de janeiro de 2021, data de encerramento da Série B. Ele tem os direitos econômicos vinculados ao Al-Shabab, da Arábia Saudita. Pela Raposa, o atacante disptará sua quarta edição da segunda divisão. Nas anteriores, defendeu Paraná, em 2012 (33 jogos / 9 gols); Figueirense, em 2013 (8 jogos / 0 gol); e Atlético-GO, em 2015 (35 jogos / 12 gols).

Tags: atacante Cruzeiro serieb interiormg futnacional Enderson Moreira Arthur Caike