Cruzeiro

CRUZEIRO

Próximo rival do Cruzeiro, CSA vive crise técnica e lida com fúria da torcida

Azulão amarga a última colocação da Série B do Campeonato Brasileiro

postado em 16/09/2020 11:30 / atualizado em 16/09/2020 12:22

(Foto: Augusto Oliveira/ASCOM CSA)

Próximo adversário do Cruzeiro na Série B do Campeonato Brasileiro, o CSA vive enorme crise na temporada, com resultados negativos em todas as competições. Em função disso, a torcida se revoltou e chegou a intimidar jogadores em treino nesta semana. A Raposa enfrenta o clube alagoano no sábado, às 21h, no estádio Rei Pelé, pela 10ª rodada da Segunda Divisão.  

O desempenho até agora frustrou a torcida da equipe alagoana. No Estadual, o CSA perdeu a decisão para o maior rival, o CRB. Na Copa do Nordeste, ficou em 6º lugar do Grupo B, fora da zona de classificação para as oitavas de final. Na Copa do Brasil, derrota e eliminação para o Vitória do Espírito Santo (2 a 1), na primeira fase. Agora, ocupa a última colocação da Série B, com quatro pontos em sete jogos - pode sair dessa incômoda posição se vencer o Cuiabá na noite desta quarta-feira, em Maceió.

A torcida está furiosa com a situação do clube. Nessa terça-feira, um grupo de torcedores foi até o centro de treinamentos cobrar melhor rendimento dos jogadores. Um portão acabou danificado; jogadores, comissão técnica e dirigentes foram intimidados. Mesmo assim, a diretoria abriu as portas para os organizados, que acompanharam o treinamento xingando todos em campo.

Pressionado, o presidente do clube, Rafael Tenório, concedeu entrevista ao Goboesporte prometendo até 10 reforços.

"Estamos atentos ao mercado em busca de reforços para tirar o CSA da situação em que está. Se for preciso contratar até 10 jogadores, e o número de inscrições permitir, a gente vai contratar. Eu já deixei o departamento de futebol autorizado a buscar as peças que a equipe precisa, dentro de um planejamento financeiro que o clube possa assumir. Não vamos fazer besteira e contratar só por contratar", frisou.

Por causa dos resultados ruins, o técnico Eduardo Baptista foi demitido no fim de agosto. Para substituí-lo, o CSA trouxe Argel Fucks, que ainda não venceu no comando do Azulão.

A estreia de Argel ocorreu contra o América, no dia 2 de setembro, no Independência - derrota por 2 a 1. Depois, o CSA empatou em casa com o Confiança (1 a 1) e perdeu para o Oeste (2 a 1), em Barueri. Argel terá a chance de vencer pela primeira vez no duelo contra o Cuiabá, às 19h15, desta quarta-feira.

Em toda temporada, o CSA tem mais derrotas do que vitórias. Foram 25 partidas disputadas, com oito triunfos, três empates e 14 derrotas. O Azulão marcou 28 gols e sofreu 30.

Tags: cruzeiro torcida csa revolta serieb