Cruzeiro

CRUZEIRO

Em busca de lateral-esquerdo, Cruzeiro faz consulta por Alan Ruschel, da Chapecoense

Empresário do jogador confirmou interesse do clube celeste e admitiu possibilidade de transferência: 'O Cruzeiro é o Cruzeiro'

postado em 16/09/2020 13:20 / atualizado em 16/09/2020 14:01

(Foto: Márcio Cunha/ACF)

Em busca de um lateral-esquerdo, o Cruzeiro fez consulta por Alan Ruschel, capitão da Chapecoense. As negociações ainda são incipientes, mas o estafe do jogador de 31 anos vê com bons olhos a possibilidade da transferência.

O interesse celeste no atleta foi noticiado inicialmente pela Rádio Itatiaia e confirmado pelo Superesportes.

À reportagem, o empresário Alexandre Puhlmann, que agencia a carreira de Ruschel, admitiu o contato cruzeirense. "Recebemos uma consulta do Cruzeiro na segunda-feira, mas por enquanto foi só isso. Não avançou nada ainda", garantiu.

Recentemente, Ruschel recebeu propostas de outros dois clubes da Série B do Campeonato Brasileiro (Avaí e CSA), mas as recusou. Com o Cruzeiro, porém, o desfecho pode ser outro, de acordo com o empresário.

"Desde que apareceram as duas propostas, no mês passado, a Chape iniciou uma tratativa para renovação. Há esse interesse por parte deles. Mas o Cruzeiro é o Cruzeiro. Não vou te dizer que não vamos negociar se de fato chegar a proposta", frisou.

Apesar de Ruschel ter história em Chapecó e estar em negociação para ampliar o contrato, a expectativa é que a diretoria catarinense não tenha resistência em liberá-lo se esse for o desejo do jogador. O clube tem algumas dívidas com o atleta, referentes ao não pagamento de férias, 13º e direitos de imagem.

Boa relação


Outro fator que pode favorecer o negócio é a boa relação entre as diretorias de Cruzeiro e Chapecoense. Recentemente, o clube celeste emprestou o também lateral-esquerdo Rafael Santos aos catarinenses.

Quando foi a Belo Horizonte enfrentar o Cruzeiro pela Série B, a delegação da Chape treinou na Toca da Raposa I e foi recebida por dois dirigentes celestes: o diretor de esportes André Argolo e o diretor-técnico Deivid.

Empecilho na Fifa


Antes de evoluir as tratativas com Ruschel ou qualquer outro possível reforço, o Cruzeiro precisa resolver um imbróglio na Fifa. O clube está impedido de registrar jogadores devido a uma punição decorrente da dívida de cerca de R$ 7 milhões por uma contratação não paga - a do atacante Willian, realizada em julho de 2014.

Para recuperar o direito de inscrever atletas no BID da CBF, a diretoria celeste tem de repassar 1.159.786,31 euros ao Zorya FC. O Cruzeiro tenta provar junto à Fifa e à Corte Arbitral do Esporte (CAS) que fez acordo com os ucranianos para parcelar a dívida em dez vezes de 100.000 euros. O crédito seria repassado a empresa Alik Football Management, da Estônia. Caso não tenha o recurso aceito, o presidente Sérgio Santos Rodrigues afirmou que buscará o dinheiro com parceiros e encerrará o processo.

Tags: cruzeiro serieb cruzeiroec futnacional chapeco mercadobola alan ruschel ruschel